Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

sábado, 27 de setembro de 2014

POR QUE A IGREJA CANTA? – Parte 1




No culto de domingo da minha igreja, o pregador e todos aqueles que têm papel de liderança no culto sentam no palco de frente para a congregação.
No passado fui tentado a imaginar se eles estão, de fato, adorando, ou apenas prestando atenção em outras coisas. Aquele que está realmente adorando não fecha seus olhos, levanta as mãos e faz uma expressão de arrebatamento?
Pelo menos foi isso que eu imaginei até que eu mesmo estivesse sentado no palco de frente para a congregação. Quando a música começa, estou contemplando o povo de Deus louvar a Deus. E isso é inacreditável!
O que eu contemplo...
Alguns olhos estão fechados, outros abertos. Algumas mãos estão levantadas, outras não. Mas a postura de seus corpos não é o importante.
Nós estamos cantando a letra do século 16 de “Castelo Forte”, e eu noto uma mulher que foi abusada agora cantando com todas as forças: “espada e bom escudo”.
Estamos cantando a letra do século 18 de “Ebenézer”, e sou animado pelo santo idoso que tem perseverado na fé por décadas, ainda cantando: “Eis minha alma vacilante: toma-a, prende-a com amor; Para que ela, a todo instante, glorifique a ti, Senhor”.
Estamos cantando a letra do século 19 de “Sou Feliz”, e ao olhar, vejo o irmão de meia idade lutando contra seu desencorajamento por conta de sua constante luta contra a ira pecaminosa, levantando sua voz agora para gritar: “Meu triste pecado por meu Salvador foi pago de um modo cabal; Valeu-me o Senhor, ó, mercê sem igual! Sou feliz! Graças dou a Jesus!”
Estamos cantando a letra do século 20 de “Em Cristo Só”, e eu vejo a talentosa jovem mãe que é tentada a se arrepender daquilo de que desistiu para ter filhos, agora exulta em sua nova ambição: “Em Cristo só confiarei; é minha força, luz, canção”.
Quando sento, olho e contemplo, meus próprios louvores a Deus são fortalecidos pelas histórias e canções dos outros. Minha fé é revigorada e aumentada pela obra de Deus neles.


Pense nisso!

Continua na próxima postagem.
Fique ligado(a)!

Visite minha página no Facebook: Raquel Roque. E conheça meus blogs:
www.bonnevievie.blogspot.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário