Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

sábado, 18 de outubro de 2014

ESTAMOS FIRMES?



“Vive Deus, que desviou a minha causa, e o Todo-Poderoso, que amargurou a minha alma. Enquanto em mim houver alento, e o sopro de Deus nas minhas narinas, não falarão os meus lábios iniquidade, nem a minha língua pronunciará engano. Longe de mim que eu vos justifique; até que eu expire, nunca apartarei de mim a minha integridade. À minha justiça me apegarei e não a largarei; não me reprovará o meu coração em toda a minha vida.” Jó 27.2-6

A teologia de Jó não era das melhores: ele achava que Deus o castigava. Ele tinha a ideia de que Deus lhe negava justiça e lhe trouxera toda a sua amargura. Há pessoas que se afastam de Deus por terem uma teologia ruim como esta.
Diferentemente, Jó, apesar de sua teologia ruim, reafirmou a sua fé neste Deus. Ele tinha um propósito firme e prometeu que:
. Não diria coisas más;
. Não mentiria;
. Não admitiria uma culpa que não tinha.
Sua disposição era manter-se firme.

E quanto a nós, que temos uma boa teologia?
E quanto a nós, que temos a Bíblia nas mãos, todo tipo de boa literatura de explicação das Escrituras, bons cursos de Teologia, Escola Bíblica Dominical, cultos de ensino e pastores que nos trazem a compreensão da Palavra?
Temos nos mantido firmes, quando somos visitados pelas desgraças?
Temos nos mantido afastados das coisas que desagradam a Deus?
Amamos mesmo a Deus sob qualquer circunstância?
Amamos a Deus de todo coração, alma e entendimento?
Lembre-se: foi a fé firme e inabalável de Jó que fez Deus ser-lhe favorável e mudar sua sorte.

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.
Conheça também...
www.bonnevievie.blogspot.com.br


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

ESCOLHAS SEGUNDO A VONTADE DE DEUS



No mundo a regra é essa: "Siga o seu coração". Mas será essa uma atitude sábia? A Bíblia diz:
"Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?" Jeremias 17.9
A Palavra de Deus nos dá alguns critérios seguros para tomarmos decisões e fazermos corretas. Veja algumas delas:

1)         A Paz de Cristo
"Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração." Colossenses 3.15
A paz de Cristo em seu coração lhe transmite a certeza de que está no centro da Sua vontade. Tudo que rouba sua paz em Cristo está fora dos planos Dele e consiste numa armadilha de Satanás para lhe afastar de Deus.
Quando você ora a Deus desejando algo que está nos planos Dele para sua vida, Ele lhe transmite Sua paz lhe dando segurança de que atenderá seu pedido no tempo oportuno.
Quando você pede algo que não é do Seu agrado, seu espírito fica inquieto, ansioso, sem paz. Então, você já sabe que não é da vontade de Deus. A paz de Cristo como árbitro em seu coração significa que ela guia o seu coração e determina suas escolhas.

2)       Consultar ao Senhor
Para saber a vontade de Deus para sua vida, primeiro você precisa consultá-Lo. Davi sempre era vitorioso em suas batalhas porque antes de sair para batalhar, ele sempre consultava a Deus.
“Então consultou Davi a Deus, dizendo: Subirei contra os filisteus, e nas minhas mãos os entregarás? E o Senhor lhe disse: Sobe, porque os entregarei nas tuas mãos. E há de ser que, ouvindo tu um ruído de marcha pelas copas das amoreiras, então sairás à peleja; porque Deus terá saído diante de ti, para ferir o exército dos filisteus. E fez Davi como Deus lhe ordenara; e feriram o exército dos filisteus desde Gibeom até Gezer.
Assim se espalhou o nome de Davi por todas aquelas terras; e o Senhor pôs o temor dele sobre todas aquelas nações.
I Crônicas 14.15-17
Mas há um segredo importante: Você precisa consultar a Deus esperando qualquer tipo de resposta e não somente aquela que quer ouvir.
Deus responde de três formas: sim, não e espere. Cuidado, pois você pode ser tentado a atribuir a Deus uma vontade que não é dEle, mas a sua. Busque-O com o coração aberto e disposto a obedecer qualquer que for a resposta.

3)       Base na Palavra de Deus
Qualquer que seja o seu pedido, e qualquer que seja a resposta, tudo deve estar de acordo com a Sua Palavra, a Bíblia. A Palavra é sua bússola, sua balança de aferição, seu padrão. Ainda que surja um sentimento em seu coração, um desejo profundo, ou apareça algum “profeta” trazendo qualquer coisa que não esteja na Palavra, você já sabe que não é a vontade de Deus, porque Ele nunca volta atrás em Sua Palavra, que é perfeita e eterna.
Você deve lançar aos pés do Senhor toda sua ansiedade e confiar no Seu cuidado. Você não pode "ajudar" Deus a determinar o que é melhor para a sua vida, pois Ele já estabeleceu na Bíblia quais são os princípios que você deve seguir para ser feliz. Com isso, resta você seguir sua Palavra e descansar nEle.
“Guia-me na tua verdade, e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação; por Ti estou esperando todo o dia.” Salmos 25.5

“Ordena os meus passos na tua palavra, e não se apodere de mim iniquidade alguma.” Salmos 119.133

4)         Orar e Descansar
Ao orar por uma causa, espere a paz de Cristo confirmar em seu coração. Ore o quanto desejar, seja persistente, mas não se perturbe ao esperar, pois sua fé pode ficar enfraquecida. Você mesmo definirá em seu coração e mente quanto tempo vai orar e quando vai começar a apenas descansar em Deus. Entenda que a verdadeira fé nasce de uma certeza, uma confiança, mesmo antes de ver qualquer sinal de que a resposta virá. E é isso que agrada a Deus. Por isso, ore, espere e confie no Senhor de todo o coração!

“Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.Hebreus 11.6

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.
Conheça também...

www.bonnevievie.blogspot.com.br

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

PARA QUE ADORAMOS A DEUS?



Poderá perguntar alguém: 
Que Deus é este que pede que os seres humanos O louvem?
Ou ainda:
Por que Ele requer adoração exclusiva, excluindo outros deuses?
De fato, desde os Dez Mandamentos, Deus pede que apenas Ele seja adorado. Ao longo da Bíblia, Ele e seus autores pedem que O louvemos.
Lembremos que louvor é parte da adoração. Louvores são as expressões de arte (como a música e a dança) que exaltam as qualidades de Deus, tais como: amor, paciência, interesse pelo ser humano, etc.
A adoração inclui uma atitude de respeito diante de Deus e reconhecimento de sua grandeza criadora e protetora.
A adoração demanda do adorador uma atitude externa, que começa internamente.
Quem reconhece que Deus é santo tem como meta ser santo também.
Louvor e adoração têm, portanto, uma Dimensão Pedagógica
Quando Deus pede que O adoremos, pede que sejamos com Ele é. Quando Deus quer O louvemos, pede que nos lembremos de quem Ele é e do que faz por nós.
Quando adoramos ou louvamos a Deus, não alteramos o que Ele é. Ele não é mais santo, mais perfeito ou melhor do que é porque celebramos estas qualidades Nele.
Os mandamentos que Ele nos deixa para adorá-Lo e louvá-Lo com vidas corretas e cânticos bonitos são para o nosso bem, não para o bem de Deus.
Ele nos pede, então, que O adoremos e louvemos para que sejamos melhores.
Quem adora a Deus está empenhado em ser melhor e em fazer melhor seu serviço para Ele.

Pense nisso!

Visite minha página no Facebook: Raquel Roque. E conheça meus blogs:
www.bonnevievie.blogspot.com.br