Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Tudo coopera para o nosso bem

“Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito”. Romanos 8:28

Nós sabemos... Há tantas coisas que nós não sabemos. Não sabemos se a economia cairá ou se o nosso time ganhará. Não sabemos no que o nosso cônjuge está pensando ou como os nossos filhos se sairão. Nós nem sabemos “o que havemos de pedir” (Romanos 8:26). Mas segundo Paulo, nós podemos estar absolutamente certos sobre quatro coisas. Nós sabemos...
Deus age. Ele está ocupado nos bastidores, acima do combate, dentro da fúria. Ele não saiu ou foi embora. Ele é incessante e incansável. Ele nunca para de agir.
Deus age para o bem. Não para o nosso conforto, prazer ou diversão, mas para o nosso bem principal. Uma vez que ele é o bem principal, nós esperaríamos qualquer coisa a menos?
Deus age para o bem daqueles que o amam. Veja o benefício de amar Deus! Faça da história dele a sua história, e a sua história terá um final feliz. Garantido. Por ser o autor da nossa salvação, ele escreve um tema de salvação em nossa biografia.
Deus age em todas as coisas. Panta, em grego. Como “panorâmico”, “panaceia” ou “pandêmico”. Tudo incluído. Deus age, não através de poucas coisas ou através das coisas boas, coisas melhores ou coisas fáceis. Mas em “todas as coisas” Deus age.
Marionete nas mãos da sorte ou do destino? Não você. Você está nas mãos de um Deus vivo e amoroso. Coleção aleatória ou contos desconexos? Longe disso. A sua vida é uma narrativa elaborada escrita por um Deus bom, que está agindo para o seu bem supremo.
(Max Lucado)

terça-feira, 2 de abril de 2013

Isso bom ou isso é mau?


Podemos realmente determinar se as circunstâncias da vida são boas ou más?
Por exemplo, seu carro quebra bem na hora de sair para viajar com a família. No entanto, quando você leva o carro ao mecânico, e ele diz: “Foi bom você não ter saído com isto na estrada. Poderia ter incendiado.” Então,... Isso é mau, pela inconveniência, ou é bom pela proteção de Deus?
Ou, talvez, sua filha decide ter interesses diferentes dos seus. Você gostaria que ela praticasse um esporte na escola, mas ela preferiu cantar e tocar um instrumento. Você fica frustrado, mas ela se sobressai e ganha uma bolsa de estudo em música. Então,... Isso é mau, porque seus sonhos para ela não se realizaram, ou é bom porque Deus a dirigiu de maneira que você não poderia ter previsto?
Algumas vezes é difícil perceber como Deus trabalha. Seus mistérios nem sempre nos revelam os segredos divinos, e muitas vezes o curso da nossa jornada é alterado por desvios impossíveis de evitar. Pode ser que o Pai esteja nos mostrando uma direção melhor. Ele disse: “Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos que os vossos pensamentos.” (Isaías 55.9).
Para ter certeza de que aquilo que parece mau venha a lhe beneficiar, você precisa reconhecer e confiar no imutável amor de Deus por você, como disse o salmista: “Mas eu confio na Tua benignidade; na Tua salvação se alegrará meu coração.”  (Salmo 13.5). Também deve crer na Palavra de Deus e em Suas preciosas promessas, pois ela diz: “Tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus e são chamados pelo Seu propósito.” (Romanos 8.28).

Pense nisso!