Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

LENÇOS QUE VAMOS GUARDANDO

Ela morava numa casa para idosos na cidade do Rio de Janeiro.
Aos 90 anos, exercitava o idioma inglês que aprendera, sem sotaque. À margem de livros de poemas, ela ia vertendo os poetas brasileiros para o idioma de Shakespeare. Era para não esquecer.
Agora, o que lhe dava realmente prazer era receber uma visita. Quando isto acontecia, seu ritual era emocionante. Sobre a cama no quarto, ela desenrolava cada um dos lenços de seda que comprara em suas viagens ao lado do marido (já falecido). Ao estender cada um deles, ia descrevendo a cidade onde o adquirira. Quem prestasse atenção conheceria países e continentes sem ter ido lá.
Como esta senhora, ao longo da vida vamos colecionando lenços.
Que memórias registram? Que sabores guardam? De que cores são? De que tecido foram feitos?
Os daquela senhora eram de seda, em muitas cores. Não guardavam amarguras. Eram lampejos de saudade. Eram testemunhos de gratidão.
Todos guardamos lenços (sejam fotos, bilhetes, "recuerdos", quadros, papéis ou lenços mesmo). Podemos desenrola-los sobre a cama, como memórias de alegria e esperança?

Israel Belo de Azevedo


Pense nisso...

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Autoconfiança

Autoconfiança não é arrogância ou prepotência. É certeza de que você acredita em seu potencial e tem plenas condições de vencer. Muitos acreditam que a autoconfiança traz o sucesso. Isso não é verdade. É o sucesso que traz autoconfiança.
Quando acertamos, conquistamos ou nos superamos em qualquer situação, por menor que seja, ganhamos confiança para seguir adiante. Nosso pensamento é: “Se cheguei até aqui, posso ir mais longe!”.
Ao experimentar o sucesso, nos sentimos confiantes para seguir em frente. Por isso, é importante obter pequenas vitórias: elas nos preparam para as grandes! Nossos êxitos aumentam nossa autoconfiança. Essa bagagem positiva alimenta nossa vontade de persistir.
Comemore todas as pequenas vitórias e, quando perder, não perca a lição.
Aumente os desafios gradativamente. Acredite em sua capacidade de vencer mesmo quando ninguém mais acredita!
Paz e Alegria, Carlos Hilsdorf
(Trecho do livro 51 Atitudes Essenciais para Vencer na Vida e na Carreira)
 

Pense nisso... e compartilhe este texto com seus amigos!