Obrigada.

sexta-feira, 13 de junho de 2014

O ÁRBITRO É A PAZ DE CRISTO

  
Estamos em ritmo de Copa do Mundo. E uma das figuras menos compreendidas e mais importantes num jogo de futebol é o árbitro. Ele é o juiz do jogo, e o dirige por meio do apito e dos cartões. Sua atuação é fundamental, pois sem ele o jogo não começa e não termina. Sem ele, não há jogo.
Da mesma forma, podemos compará-lo à paz de Cristo. Sem essa paz, não podemos fazer nada.

"Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração, à qual, também, fostes chamados em um só corpo, e sede agradecidos." Colossenses 3.15

Você precisa orar a respeito do que quer e analisar se está sentindo-a ou não. Ela será o árbitro dentro de você.  Deus não é Deus de confusão ou de perturbação. Se você se sentir confuso(a) ou perturbado(a), já sabe que Deus não está de acordo. A paz Dele dentro de você deve dirigir suas decisões. Então, lance fora tudo aquilo que não traz paz no seu coração.
Filipenses 4.6,7 diz:

"Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus." Filipenses 4:6,7

Mesmo que as circunstâncias sejam contrárias, não fique ansioso(a) e nem aja de forma precipitada. Se você não está sentindo paz, não tome nenhuma decisão. Muitas vezes, agimos por impulso, esperteza ou pelo nosso próprio conhecimento, e só depois vemos o quanto custa caro confiar em nós mesmos, ao invés de confiar em Deus.
Antes de decidir qualquer coisa, você precisa sentir a verdadeira paz e ouvir a Deus. Enquanto não senti-la, continue orando e adorando-O, pois Ele guiará você em tudo. Mesmo que, às vezes, Ele pareça em silêncio, tenha paciência. Talvez ainda não seja a sua hora, ou talvez Ele já esteja lhe dando a direção através da Sua paz dentro de você. Então, fique atento ao seu coração. A resposta certa vem do Senhor.

“Muitos propósitos há no coração do homem, porém o conselho do Senhor permanecerá.” Provérbios 19.21

“Todo caminho do homem é reto aos seus olhos, mas o Senhor sonda os corações.” Provérbios 21.2
“Os passos do homem são dirigidos pelo Senhor; como, pois, entenderá o homem o seu caminho?”  Provérbios 20.24

Pense nisso!

Se você foi edificado, divida com alguém esta benção. Compartilhe! E conheça também

quarta-feira, 11 de junho de 2014

35 Razões para não Pecar (Jim Elliff)


 

1 - Porque um pequeno pecado leva a mais pecados.
2 - Porque o meu pecado evoca a disciplina de Deus.
3 - Porque o tempo gasto no pecado é desperdiçado para sempre.
4 - Porque o meu pecado nunca agrada a Deus; pelo contrário, sempre O entristece.
5 - Porque o meu pecado coloca um fardo imenso sobre os meus líderes espirituais.
6 - Porque, no devido tempo, o meu pecado produz tristeza em meu coração.
7 - Porque estou fazendo o que não devo fazer.
8 - Porque o meu pecado sempre me torna menor do que eu poderia ser.
9 - Porque os outros, incluindo a minha família, sofrem consequências por causa do meu pecado.
10 - Porque o meu pecado entristece os santos.
11 - Porque o meu pecado causa regozijo nos inimigos de Deus.
12 - Porque o meu pecado me engana, fazendo-me acreditar que ganhei, quando, na realidade, eu perdi.
13 - Porque o pecado pode impedir que eu me qualifique para a liderança espiritual.
14 - Porque os supostos benefícios de meu pecado nunca superam as consequências da desobediência.
15 - Porque o arrepender-me do meu pecado é um processo doloroso, mas eu tenho de arrepender-me.
16 - Porque o pecado é um prazer momentâneo em troca de uma perda eterna.
17 - Porque o meu pecado pode influenciar outros a pecar.
18 - Porque o meu pecado pode impedir que outros conheçam a Cristo.
19 - Porque o pecado menospreza a cruz, sobre a qual Cristo morreu com o objetivo específico de remover o meu pecado.
20 - Porque é impossível pecar e seguir o Espírito Santo, ao mesmo tempo.
21 - Porque Deus escolheu não ouvir as orações daqueles que cedem ao pecado.
22 - Porque o pecado rouba a minha reputação e destrói o meu testemunho.
23 - Porque outros mais sinceros do que eu são prejudicados por causa do meu pecado.
24 - Porque todos os habitantes do céu e do inferno testemunharão sobre a tolice deste pecado.
25 - Porque a culpa e o pecado podem afligir minha mente e causar danos ao meu corpo.
26 - Porque o pecado misturado com a adoração torna insípidas as coisas de Deus.
27 - Porque o sofrer por causa do pecado não tem alegria nem recompensa, ao passo que sofrer por causa da justiça tem ambas as coisas.
28 - Porque o meu pecado constitui adultério com o mundo.
29 - Porque, embora perdoado, eu contemplarei novamente o pecado no Tribunal do Juízo, onde a perda e o ganho das recompensas eternas serão aplicados.
30 - Porque eu nunca sei por antecipação quão severa poderá ser a disciplina para o meu pecado.
31 - Porque o meu pecado pode indicar que ainda estou na condição de uma pessoa perdida.
32 - Porque pecar significa não amar a Cristo.
33 - Porque minha indisposição em rejeitar este pecado lhe dá autoridade sobre mim, mais do que estou disposto a acreditar.
34 - Porque o pecado glorifica a Deus somente quando Ele o julga e o transforma em uma coisa útil; nunca porque o pecado é digno em si mesmo.
35 - Porque eu prometi a Deus que Ele seria o Senhor de minha vida.

Renuncie seus direitos.
Rejeite o pecado.
Renove sua mente.
Confie em Deus.

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.
Conheça também...

segunda-feira, 9 de junho de 2014

O SONHO E A ATITUDE


O sonho é matéria prima mental, espiritual. A toda matéria prima é preciso impor o trabalho, a persistência, a dedicação, a disciplina, ou seja: o esforço e a atitude orientada para que o sonho se realize.
Não basta apenas sonhar. Não basta apenas querer. É preciso ter atitude. Atitude é o que define, que abre caminhos, que faz a diferença.
Sonhar é preciso! Mas a atitude de trabalhar conscientemente pela realização do sonho é imprescindível! O sonho é um potencial, mas só a materialização dele torna sua existência real! As recompensas vêm das nossas realizações, não do nosso potencial!
Então, sonhe. Sonhe muito! Mas lembre-se: O sonho é apenas o combustível do motor das realizações. Sonho sem atitude é delírio.


Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.
Conheça também...