Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

sábado, 16 de abril de 2011

“Famintos de Deus”

“Eis que vêm dias, diz o Senhor DEUS, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR.”
O que Deus realmente quer é o seu coração. Ele não quer sua atividade, sua ocupação, sua longa lista de coisas que você já fez por Ele ou um planejamento impecavelmente agendado para os próximos dias.
Isto deve deixar você maravilhado – o fato de que o Deus do Universo quer o seu coração e a sua atenção.
Não importa o que a sociedade ou a igreja lhe digam, o que realmente importa é:
Deus lhe ama e a paixão que O move é ser amado por você.
Você não foi feito para nada menos que isso!
Não estamos numa cultura que abrace a solidão. Vivemos em meio a muito barulho e atividade. Comparamos estar sozinhos com estar em solidão, e a evitamos sempre que possível. Mas o tempo sozinho era uma prioridade para Jesus. Ele costumava afastar-se das multidões para estar a sós com o Pai. Somos tolos se ignorarmos o padrão de vida que Jesus levava.
Uma das lições mais preciosas que precisamos aprender é o chamado para passar algum tempo sozinhos com Deus
no meio da correria da vida.
Jesus sabia que suas horas estavam nas mãos do Pai. Sabia que passaria por um momento cruel e terrível, e foi nas horas quietas em comunhão com o Pai que recebeu graça e força para enfrentar a cruz.
Precisamos trilhar este mesmo caminho se quisermos receber também a graça e a força que emanam do nosso Pai celestial. Mas não basta simplesmente diminuir as atividades de nossa vida. Você tem que substituí-las por algo melhor. Você é convidado a preencher o vazio com os hábitos de Cristo, passando horas em comunhão com o Pai, experimentando a paz que excede todo entendimento.
Observe o que o apóstolo Paulo escreveu:
“Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.”
(Filipenses 4.6,7)
Estas palavras 'sopradas' pelo Espírito Santo transmitem os hábitos que Paulo abraçou. Tal como Jesus, ele não poderia ter passado pelas perseguições, prisões e açoites sem a graça e a força do Senhor. Paulo aprendeu a criar tempo e espaço em sua 'agenda' para se sentar silenciosamente com Deus para alimentar seu espírito.
Estamos vivendo os dias profetizados por Amós. 
Então, não espere passar pela crise para perceber o quanto seu espírito está faminto de Deus. 
Tenham todos uma  semana muito abençoada e cheia de horas a sós com o Pai.
E não esqueçam de deixar o seu recadinho. Ele é muito importante para mim. Obrigada !