Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

terça-feira, 4 de junho de 2013

AJUSTE PERFEITO

“[Cristo], no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor.” Efésios 2.21

Pela graça de Deus, no ano passado eu consegui emagrecer cerca de 10 quilos, sem dieta, mas com muita oração, domínio próprio e reeducação alimentar. Isso me alegrou e renovou minha disposição física, mas também me trouxe um probleminha: achar roupas bem ajustadas. Longo demais. Curto demais. Grande demais. Pequeno demais.  Apertado demais. Folgado demais. Encontrar o ajuste perfeito parece impossível. Quantas vezes isso também já lhe aconteceu e você passou pela frustração de voltar para casa sem a roupa que queria?
Encontrar uma igreja “perfeitamente ajustada” apresenta problemas similares. Toda igreja tem algo que não está totalmente certo. Às vezes, nossos dons não são reconhecidos, nossos talentos não são apreciados e nosso senso de humor é mal interpretado. Encontramos pessoas diferentes, com problemas diversos e até feridas de alma, o que nos deixa desconfortáveis. Também somos constantemente confrontados com nossas antigas crenças, paradigmas, preconceitos e vícios, o que também incomoda, pois já estávamos acostumados com eles. A proposta de Deus para a nova criatura é mudança, e isso também causa desconforto. Sentimo-nos desajustados. Lutamos para encontrar nosso lugar.
Sabemos, porém, que Deus deseja que nos ajustemos uns com os outros. O apóstolo Paulo disse que estamos sendo “... edificados para habitação de Deus no Espírito” (Efésios 2.22).
Os cristãos na igreja atual, unidos pelo amor, compreensão e paciência recíprocos, são a morada de Deus na terra, igualzinho ao tabernáculo (Êxodo 26) e ao templo de Salomão (I Reis 6.1-14). O apóstolo Pedro nos diz: “...como pedras vivas, prestai-vos à construção de um edifício espiritual ,...” (I Pe. 2.5). Deus quer que nos ajustemos para não haver “rachadura” neste edifício, isto é, para que a Sua igreja seja saudável não pode haver divisões no meio dela. Significa que nós, os tijolos, devemos ser “...inteiramente unidos, na mesma disposição mental e no mesmo parecer” (I Co. 1.10).
Em nenhuma igreja terrena teremos um ajuste perfeito, mas todos nós podemos nos dedicar a ajustarmo-nos uns aos outros mais perfeitamente.


Pense nisso !