Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Fã ou seguidor?

A semelhança entre fã e seguidor é que ambos amam o foco de sua admiração. Eles olham para alguém que lhes inspira, que faz coisas extraordinárias e lhe devotam reconhecimento, gratidão e amor.
A diferença básica entre um fã e um seguidor é que o fã admira, reconhece, agradece e ama, mas não imita, não copia, não se acha capaz de fazer o que seu “ídolo” faz. O fã pode até imitar as roupas, a maneira de agir, o jeito do cabelo, mas não copia o caráter, não se esforça pra fazer a mesma obra que tanto admira, não aprende na mesma escola para se tornar exatamente igual ao alvo de sua afeição.
Já o seguidor é discípulo, é aluno, é imitador, cópia fiel do foco de sua admiração. Ele se esmera para fazer uma obra igual ou maior que a do seu mestre.
Existe uma pessoa que a gente deve amar, admirar e “idolatrar”(ou adorar), mas não dá pra copiar, pois é o próprio Deus, e ninguém pode se igualar a Ele. Só podemos adorá-lo, em espírito e em verdade, pois são estas pessoas que Ele procura:
“Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.”
 Entenda: Deus não quer “fãs”, mas verdadeiros adoradores e imitadores. Há registro bíblico que nos exorta a imitá-lo:
“Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados;...” Efésios 5.1
Mas observe que esta “imitação” não decorre pela capacidade humana, mas por herança genética, desde que a pessoa se torna filha de Deus. Afinal, os filhos herdam características de seus pais sem esforço algum, por força da natureza que existe neles através do DNA. Da mesma forma, quando alguém recebe a salvação em Jesus Cristo, passa a ser filho de Deus, e, portanto, recebe Seu DNA e com ele a herança do Seu caráter.
“Mas, a todos quantos receberam a Jesus, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, isto é, aos que creem no Seu nome;...”  João 1.12
Contudo, observe que o próprio Deus tornou-se homem através de Jesus Cristo. Neste sentido, então, podemos e devemos ser seus seguidores e imitadores. O próprio Jesus disse que poderíamos fazer obras maiores que as suas (papel de discípulo, seguidor e imitador):
“Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.” João 14.12
Além de Jesus também existem pessoas notáveis que você pode admirar, seguir e imitar. O próprio apóstolo Paulo disse isso várias vezes.
“Admoesto-vos, portanto, a que sejais meus imitadores.” 1 Coríntios 4.16
Agora, observe os sublinhados e o significado deles após cada citação de Paulo:
“Sede meus imitadores, como também eu de Cristo.” 
ü Você só deve seguir ou imitar alguém que imite a Cristo.
“Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós,...” Filipenses 3.17
ü Você deve imitar com cuidado;
ü Você deve imitar somente pessoas que deem bons exemplos;
ü Você deve “imitar” e fazer exatamente como o exemplo dado.
“E vós fostes feitos nossos imitadores, e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo.”      
ü Você só deve imitar as pessoas que imitam o Senhor;
ü Você deve imitar sempre em acordo com a Palavra de Deus, somente nas coisas que concordam com o que Deus mandou;
ü Você só deve imitar pessoas que levem a você a Palavra de Deus e Seus mandamentos.
“Para que vos não façais negligentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas.” Hebreus 6.12
ü Se você for imitar, não seja negligente;
ü Se você for imitar, imite inteiramente, não em partes, só quando lhe convém, mas em tudo;
ü Imite somente aqueles que se mantiveram fiéis na fé e herdaram as promessas. Siga a lista dos heróis da fé do livro de Hebreus, e também àqueles cujos nomes bem que poderiam estar lá.


Pense nisso...

A vida é feita de escolhas

Não podemos escolher o que a vida vai colocar à nossa frente, mas podemos escolher como agimos diante do que ela apresenta.
Nosso momento atual se deve às escolhas que fizemos. Se queremos um futuro melhor, precisamos melhorar as nossas escolhas.

Lembre-se: decisões ou promessas não mudam nossa vida. Atitudes, sim!

Há 2 tipos de atitudes: as limitadoras e as vencedoras.

Atitudes limitadoras fecham portas, restringem nosso sucesso e felicidade. Estão ligadas aos nossos medos e mecanismos de defesa. Nos deixam acomodados em nossa zona de conforto. Atrasam nossa vida.

Atitudes Vencedoras abrem portas, contribuem com nosso crescimento, ampliam as possibilidades. Elas nos trazem benefícios na esfera da integração do ser, tornando-o pleno, realizado. Nos conduzem ao sucesso e resultam em especial fonte de prazer, satisfação e bem estar. 

Nossa vida depende da qualidade das nossas atitudes! Como andam as suas atitudes diante da vida?

Paz e Alegria,
Carlos Hilsdorf

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Obstáculos



Em tempos bem antigos, um rei colocou uma pedra enorme no meio de uma estrada. Então, ele se escondeu e ficou observando para ver se alguém tiraria a imensa rocha do caminho. Alguns comerciantes e homens muito ricos do reino passaram por ali e
simplesmente deram a volta pela pedra. Alguns até esbravejaram contra o rei dizendo que ele não mantinha as estradas limpas, mas nenhum deles tentou sequer mover a pedra dali.

De repente, passa um simples camponês com uma boa carga de vegetais. Ao se aproximar da imensa rocha, ele pôs de lado a sua carga e tentou removê-la dali. Com muito esforço e suor, ele finalmente conseguiu mover a pedra para o lado da estrada. Ele, então, voltou a pegar a sua carga de vegetais quando notou que havia uma bolsa no local onde estava a pedra. A bolsa continha muitas moedas de ouro e uma nota escrita pelo rei que dizia que o ouro era para a pessoa que tivesse removido a pedra do caminho. O camponês aprendeu o que muitos nunca entenderam: Toda dificuldade contém uma oportunidade para melhorarmos nossa condição.

Reflita sobre esta conhecida história e repense suas atitudes. Se você sempre contorna os problemas, eles continuam lá, e sempre você terá que se deparar novamente com eles. O melhor é encarar as dificuldades. Remova as pedras do caminho!

Um fantástico dia a todos!
Paz e Alegria,
Carlos Hilsdorf

Pense nisso...

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

A árvore se conhece pelo fruto

Permaneçam em mim, e Eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vocês não podem dar fruto se não permanecerem em Mim. Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem Mim vocês não podem fazer coisa alguma.” João 15.4-5.

As videiras crescem em toda a Palestina. Todo ano, os agricultores podam os ramos para que elas produzam frutos de alta qualidade. O ramo que não dá fruto é considerado inútil e as videiras improdutivas são radicalmente cortadas. Os galhos cortados são destruídos, pois, não servem para nada. 
Jesus afirmou que Ele era a videira verdadeira, usando esta árvore como uma analogia para mostrar como o cristão deve permanecer Nele. Os ramos não possuem vida em si mesmos, mas a recebem da videira. Se receberem vida, produzem frutos, se não receberem, não produzem e são podados.
Que tipo de fruto uma pessoa pode produzir se estiver conectado na videira que é Jesus? 
Quando você está realmente conectado em Jesus, você produz o fruto Dele naturalmente. Você não precisa falar nada, se esforçar ou apresentar um show. As pessoas simplesmente olham e notam que há algo diferente em você. Elas veem amor, compaixão, fé, paciência, domínio próprio, temperança, mansidão, etc. Elas veem Jesus em você! Isso acontece naturalmente porque você está conectado Nele. A Bíblia chama isso de “fruto do Espírito Santo”: “Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. (Gálatas 5.22-23)
Que tipo de fruto uma pessoa pode produzir se não estiver conectado na videira que é Jesus?
Quando você está desconectado da videira que é Jesus, seus frutos não são bons, ou não há frutos. Você não tem a vida de Jesus e não consegue disfarçar isso. Você começa a produzir maus frutos, que a Bíblia chama de “Obras da carne”, tais como: “...imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, divisões e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes.” (Gálatas 5:19-21)
Quais destes frutos você quer produzir em sua vida?
E, se você já produz frutos de Jesus, eles permanecem?
Talvez estejam sem vitaminas, bichados, fracos. Jesus disse: Vocês não me escolheram, mas eu escolhi vocês para darem fruto, e fruto que permaneça,...” (Jo. 15.16).
As pessoas que conhecem você veem os bons frutos que você produz?
Seus frutos representam bem a videira, que é Jesus?
Para saber como estão os seus frutos você precisa constantemente de uma auto avaliação, olhar para dentro de si e pedir ao Espírito Santo que sonde seu coração e suas motivações.
Como um cristão pode saber se seus frutos são realmente bons? 
Qual é o seu padrão de qualidade? 
O cristão deve basear-se na Palavra de Deus. Ela é o seu padrão de qualidade. Na sequência do texto que usamos inicialmente Jesus diz: Se vocês estiverem em Mim, e as minhas palavras estiverem em vocês, peçam tudo o que quiserem, e lhes será feito.” (João 15:7).
Você sabe que para produzir bons frutos, às vezes, você tem que ser podado pelo Senhor?
Seu íntimo passa por diversas mudanças e por momentos difíceis. Alguns sentimentos, emoções, tristezas e mágoas podem estar escondidos dentro de você como galhos secos que impedem a produção de bons frutos. Coisas do íntimo se refletem no exterior. Quando você está na posição de ramo, passa por estágios difíceis, como ventos que derrubam suas folhas, estiagens e tempestades. E quando tem pontas podres, secas e improdutivas, é podado pelas mãos do agricultor, que é Deus. Isso pode doer muito, mas você deve permanecer ligado à videira, que é Jesus.  Você pode confiar Nele, pois Ele sabe o que é melhor para você. Ele cuida de você e ama você como nenhuma outra pessoa amará. Então, você tem que dizer ao Senhor: "Corta o que for preciso!"
Faça uma reflexão interior e responda a si mesmo e para Deus.
Você está disposto a ser podado pelo Grande Agricultor?
Que tipo de coisas Deus tem que podar em sua vida? Um namoro? Uma amizade? Um vício? Uma falta de perdão? Uma mágoa ou ressentimento?
E, se Deus podar você, como você se sentirá? Ficará feliz com o cuidado Dele ou se revoltará e sairá da videira?
Jesus disse: “Sem Mim vocês não podem fazer coisa alguma.”
Você crê que Deus pode usar pessoas para fazer a poda em sua vida?
Quem são elas?
Deus pode usar seu líder, seu pastor, seus pais, mas a pessoa principal que Deus vai usar é o Espírito Santo. Ouça-O sempre. Ele conhece você e irá convencê-lo do que precisa ser podado.

Pense nisso!