Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

segunda-feira, 24 de julho de 2017

ORAÇÃO – UM SANTO REMÉDIO

Imagem relacionada
“Orem continuamente.
I Tessalonicenses 5.17

 

Você tem o hábito de orar? Saiba que os benefícios desta prática abrangem as áreas espiritual, psicológica e também fisiológica. É o que afirma Dr. Don Colbert, médico cristão, especialista em tratamentos naturais para retardar o envelhecimento e pesquisador da cura pela fé. Os benefícios da oração, além de espirituais, são também psicológicos, pois trazem sensação de maior clareza, propósito, gratidão, senso de conexão, e bem-estar geral. Estudos apontam que a oração traz esperança para quem enfrenta doenças graves. A Universidade de Rochester descobriu que 85% das pessoas que lidam com doença grave buscam ajuda na oração.
Orar faz bem à saúde - Dr. Harold G. Koenig, da Universidade de 'Duke', autor de vários livros sobre fé e cura, diz que a oração pode impedir que a pessoa adoeça, e quando adoece, a oração acelera o processo de cura.
Dr. Don Colbert afirma:

“O ato de orar aumenta a produção de muitos neurotransmissores bem úteis, como a dopamina, que ajuda a promover um estado de relaxamento, foco, motivação e bem-estar”.

Os efeitos da oração não se limitam só ao relaxamento. Pesquisas minuciosas no cérebro humano confirmam que a oração tem um efeito positivo a longo prazo, chegando a reprogramar e reconstruir o cérebro. A ressonância magnética mostrou mudanças fisiológicas no cérebro das pessoas que oram regularmente.
Lisa Miller, professora e diretora da Clínica de Psicologia e diretora do Instituto de Espiritualidade para o Corpo e a Mente, na Universidade de Columbia, conduziu um estudo com 103 pessoas com alto risco de depressão, e descobriu que o córtex cerebral dos que tinham o hábito de orar era mais espesso, o que diminui o risco de depressão e ansiedade.
A revista norte-americana 'Sociology of Religion' ('Sociologia da Religião') destaca que a oração também é um forte "antídoto" contra as desordens psíquicas. O estudo intitulado 'Oração, apego a Deus e sintomas de desordens entre os americanos' descobriu que aqueles que tinham conceito sobre Deus como alguém associado ao amor e proteção, tiveram redução notável nos sintomas de ansiedade, comparado aos outros pacientes.

“Uma oração por dia mantém o médico longe.”

Se antes havia desconfianças com relação à oração (por parecer místico demais), agora não há mais motivos para deixar de orar diariamente. Com tantos benefícios nos níveis físicos, psicológicos e espirituais, não há razão para deixar orar e/ou meditar todos os dias. Tirar um momento do dia para orar é altamente benéfico. Os melhores momentos do dia são o começo da manhã e logo antes de dormir. Isso não impede que você ore no caminho pro trabalho, na fila do supermercado, na sala de espera do médico, antes das refeições, etc. Trinta segundos que sejam reconhecendo o amor Deus e dando graças pelas bênçãos têm efeito poderoso sobre seu corpo, sua mente e seu espírito.
Então, o que você acha?
Pense nisso!
E revigore o hábito da oração em sua vida!

(Extraído da Revista online “Mundo Cristão” https://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/oracao-tem-o-poder-de-regenerar-o-cerebro-afirma-medico-cristao.html)


domingo, 23 de julho de 2017

Ode ao bom humor

Resultado de imagem para bom humor

As pessoas bem-humoradas tornam agradável o ambiente onde estão.
Elas são portadoras de esperança, com suas palavras sempre a nos dizer que “a vida vale a pena".
O bom humor relativiza as certezas que precisam ser diminuídas.
O bom humor tira as nuvens das tensões que deixam o ar carregado de má vontade e indisposição.
O bom humor oferece verdades que a seriedade não consegue comunicar.
O bom humor é melhor avaliado quando está ausente. Não temos nenhuma saudade de pais irados, de professores bravos, de vendedores de cara amarrada, de colegas ranzinzas e de pastores que ainda não aprenderam que Deus é alegre.
Os grupos de que participa precisam de pessoas bem-humoradas. Se não existirem, talvez você possa ser uma delas, não para fins comerciais, nem para rir das pessoas, mas para se alegrar com elas.
Bom humor gera bom humor, que, além de divertir, pode inspirar.
Mau humor deve ser rejeitado, porque é seco demais para criar alguma coisa boa.
Se somos bem-humorados, devemos persistir, mesmo que incompreendidos, para que as pessoas venham a apreciar o bom humor.
Se somos mal-humorados, podemos aprender a rir, sobretudo dos nossos próprios erros.
Lembremos que o mal-humorado lamenta as coisas boas, enquanto o bem-humorado ri das coisas ruins para mudá-las.

(Israel Belo de Azevedo)

Pense nisso!

quarta-feira, 12 de julho de 2017

FILHOS DISCIPLINADOS

Resultado de imagem para lar doce lar

“Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; pois Deus os trata como filhos. E qual é o filho que não é disciplinado por seu pai? Se vocês não são disciplinados, então não são filhos legítimos. Quando nossos pais humanos nos disciplinavam, nós os respeitávamos. Mais ainda devemos nos submeter a Deus Pai para vivermos!”
Hebreus 12.7-9

Em tempos modernos, em que é cada vez mais raro ver os pais “disciplinando” os filhos, é difícil compreender a disciplina de Deus Pai. A Bíblia ensina que Deus usa as dificuldades da vida para nos disciplinar.
Disciplinar significa “fazer obedecer”. Disciplina vem do latim discipulus, “aquele que aprende”, do verbo “discere”, “aprender”. De discipulus veio disciplina, “instrução, conhecimento, matéria a ser ensinada”. Gradualmente se agregou um novo significado, o de “manutenção da ordem”, que é necessária para fornecer instrução.
Quando Deus nos disciplina está nos oferecendo instrução, conhecimento, sabedoria e maturidade espiritual, mas a aquisição desta riqueza depende da reação de cada filho de Deus. Só adquirem sabedoria e maturidade espiritual aqueles que se submetem à Sua disciplina como filhos obedientes, abnegados e ensináveis.
Tiago escreveu: “Meus irmãos, considerem uma grande alegria passar por provações, pois que a prova da sua fé produz perseverança. E quando a perseverança termina sua ação, vocês se tornam maduros e íntegros, sem lhes faltar mais nada. Se falta sabedoria em alguns de vocês, peçam-na a Deus, pois Ele a concede de boa vontade.” (Tg. 1.2-5)
Paulo disse que devemos nos gloriar (nos orgulhar, saborear, triunfar) nas tribulações, “...porque sabemos que a tribulação produz perseverança (consistência, constância, firmeza); e a perseverança produz um caráter aprovado, e o caráter aprovado produz esperança.” (Rom. 5.3,4).
É impressionante como existem hoje cristãos sem consistência, sem constância, sem firmeza e sem caráter! Por quê? Porque não são disciplinados pelo Senhor! Não são ensináveis! Não se submetem à disciplina das provações! Tudo isso por causa de um evangelho distorcido que se espalhou entre os crentes, de que servir a Deus traz prosperidade financeira e uma vida fácil, sem dificuldades. Então, os crentes desta geração agem como crianças mimadas e, ao menor indício de tribulação, se decepcionam com Deus e abandonam a fé. Falta-lhes disciplina!
A submissão às provações não só produz amadurecimento e renovação espiritual para vivermos aqui no mundo, como também amplia as glórias e bençãos espirituais que nos aguardam na eternidade. Foi isso que Paulo ensinou: “Embora exteriormente estejamos nos desgastando, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois nossos leves e momentâneos sofrimentos produzem para nós um peso de glória muito maior que eles.” (II Co. 4.16,17).
É a disciplina de Deus Pai que nos torna cristãos maduros, de caráter e fé inabaláveis. 
Você quer ser maduro(a) espiritualmente?
Quer uma fé consistente e constante?
Quer manter-se firme, tendo sua fé renovada dia após dia?
Seja ensinável! Submeta-se à disciplina do Pai!
   
Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.

domingo, 9 de julho de 2017

IGREJA DE UM SÓ NÃO EXISTE!

Imagem relacionada

Eu já ouvi alguns cristãos desviados ou afastados da igreja dizerem: “Ah! Eu oro a Deus em casa! Eu sou a igreja! Posso servir a Deus sozinho!"
Está errado! Não está na Bíblia! Ninguém é igreja sozinho! Isso simplesmente não funciona! E vou mostrar por quê.
As palavras correspondentes à “Igreja” em todos os dicionários e traduções da Bíblia provam isso exaustivamente.
A palavra "IGREJA" significa assembleia, congregação ou agrupamento de pessoas. Neste sentido, encontramos a palavra IGREJA também no Antigo Testamento, porque em alguns lugares Israel é chamado de assembleia ou congregação. O Salmo 107.32, por exemplo, usa os dois termos para Israel: "Exaltem-no na congregação do povo e glorifiquem-no na assembleia dos anciãos!"
A palavra grega ekklesia, que é geralmente traduzida por “igreja”, é uma combinação das palavras chamar fora. Então, “Igreja” significa “um povo chamado para fora”. Para fora do mundo, para fora do pecado,... (inclua aqui tudo o que o cristão e os valores bíblicos não concordam). 
Esse significado também está no Antigo Testamento, quando Deus mandou Moisés pedir a Faraó pra liberar o povo a fim de cultuarem a Ele no deserto, isto é, fora da cidade. Também ali se vê uma “Igreja” = “Chamados para fora”.
Vemos o mesmo no Novo Testamento.
“Igreja” vem do grego ekklesia (εκκλησια), e do latim eclésia (ecclesia). Esta foi a palavra escolhida pelos autores da Septuaginta (Tradução Grega da Bíblia Hebraica) para traduzir o termo hebraico Karral, usado entre os Judeus para designar a “assembleia geral do povo de Israel", reunida ao apelo de Moisés.
Portanto, NÃO existe assembleia, congregação de uma pessoa só.
E há ainda outros exemplos. Igreja é uma família reunida sob a mesma fé. Assim como ninguém forma uma família sozinho, é impossível ser igreja sozinho. A Bíblia apresenta a igreja como uma família, tanto que seus membros chamam-se de “irmãos”, cujo Pai é Deus, e Jesus, seu irmão mais velho. Para ser uma família é preciso no mínimo duas pessoas. Jesus se referiu a isso quando disse:Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles". (Mateus 18.20). Esta é mais uma prova de que não existe igreja de um só membro. Para formar uma família, ou uma igreja, é preciso, no mínimo, duas ou três pessoas.
Outro exemplo é o Corpo humano, também símbolo da igreja. Este termo foi usado pelo próprio Senhor Jesus e pelo apóstolo Paulo: “Ora, assim como o corpo é uma unidade, embora tenha muitos membros, e todos os membros, mesmo sendo muitos, formam um só corpo, assim também com respeito a Cristo.” (I Cor. 12.12).
A vida só começa quando a célula reprodutiva de um homem, o espermatozoide, encontra a célula reprodutiva de uma mulher, o óvulo. Tanto um quanto o outro não podem formar um ser vivo até que se unam. Os dois se unem, formando uma única célula que se multiplica e forma o bebê. Com o “Corpo de Cristo”, a Igreja, acontece o mesmo. Você só é igreja quando entra em contato com outras “células”, isto é, os outros membros do Seu Corpo. Assim como não existe corpo de uma célula só, também não existe igreja de uma pessoa só.
Você sozinho é apenas um membro dessa instituição, e precisa de pelo menos mais um para se tornar Igreja, Corpo de Cristo ou Família de Deus. Ou seja, quando você encontra outro(s) irmão(s) pode-se afirmar que ali há uma Eclésia, uma Assembleia, uma IGREJA.
IGREJA é a REUNIÃO DOS SANTOS, não o local onde se reúnem.
Poderíamos dar outros inúmeros modelos que representam e explicam a Igreja, como por  exemplo: “Exército”.  Deus é chamado de Senhor dos Exércitos, e a Igreja é chamada de Exército do Senhor. Como não existe exército de um homem só, também não há igreja de um membro só.
Você pode cultuar a Deus sozinho, mas isso não é Igreja. Você pode adorar a Deus sozinho, mas isso não é Igreja. Você pode orar, ler a Bíblia, cantar louvores e fazer qualquer outra coisa para Deus sozinho (e deve fazê-lo), mas isso não é Igreja.
Para ser Igreja você precisa de Relacionamento com Deus, mas também COM SEUS IRMÃOS!
Para ser Igreja você precisa CONGREGAR com os outros membros do Corpo de Cristo. Unir-se a eles, ou reunir-se com eles, é imprescindível para ser Igreja.
A Bíblia diz: “Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia.” (Heb. 10.25).

Pense nisso! E seja IGREJA!


sábado, 1 de julho de 2017

TREINAMENTO

Resultado de imagem para treinamento de boxe


  

“O  Senhor treina as minhas mãos para a batalha e os meus braços para vergar um arco de bronze.” Sal. 18.34.

Os grandes lutadores do cinema e da história têm uma dívida eterna de gratidão com seus treinadores. Sem eles não seriam ninguém. Aquele que vence nem sempre é o mais forte ou mais corajoso. O melhor lutador sempre é aquele que teve o melhor treino, aquele que mais se desgastou, que exigiu mais de seus músculos até quase rompê-los, aquele que ultrapassou seus próprios limites, que se arriscou, aquele que deu seu sangue, suor e lágrimas para ser treinado, aquele que se submeteu à rigidez e disciplina, aquele que deu o seu melhor. Mas isso tudo não se consegue sozinho! O melhor lutador é aquele que teve o melhor treinador. É o treinador que não o permite desistir enquanto ainda há limites a serem vencidos, enquanto há récords a serem batidos, enquanto a batalha ainda não foi vencida.
Na vida também somos lutadores. É uma batalha constante em todos os sentido. Vence quem tem o melhor treino e o melhor treinador.
Davi venceu todas as suas batalhas porque teve o melhor treinador – o próprio Deus! A Bíblia chama Deus de General de Guerra, Senhor dos Exércitos, Vencedor Eterno; fala de Suas batalhas nas quais envia flechas e raios, sai à frente do Seu povo, do Seu exército, e destrói seus inimigos com poder. Deus nunca perdeu uma batalha sequer! Que melhor terinador pode haver?!
Mas não basta ter Deus como seu treinador. Você tem que obedecer incondicionalmente ao Seu comando, tem que suar até não poder mais, tem que dar o seu melhor e romper seus próprios limites. Às vezes, parece que Ele quer arrancar o seu couro! Mas só Ele sabe até onde você suporta! Você tem que confiar Nele! Tem que continuar! Tem que dar mais! Tem que sofrer mais! Tem que aumentar mais o ritmo! Tem que fortalecer mais seus músculos! Tem que ir além! E sabe porque Deus exige tanto de você? Porque, como todo bom treinador, Ele também conhece o seu potencial e a força de seu adversário. E Deus não admite menos do que a sua vitória. Simples assim...
Então, submeta-se ao treinamento de Deus. Ele não quer acabar com você. Quer apenas lhe mostrar que você pode fazer mais. Deus treina pessoas comuns para vitórias extraordinárias.

 

Pense nisso!

Gostou? Deixe um comentário!
Conheça meus blogs e páginas no Facebook.
http://prraquelroque15.wixsite.com/meusite
LEIA A BÍBLIA!

segunda-feira, 26 de junho de 2017

ROSAS DE SAROM


“O deserto se alegrará, e crescerão flores nas terras secas; cheios de flores, o deserto cantará de alegria. Deus o tornará tão belo como o monte Líbano, tão fértil como o monte Carmelo e o vale de Sarom. Todos verão a glória do Senhor, verão a grandeza do nosso Deus!” (Is. 35.1,2)

Esta e muitas outras passagens na Bíblia falam sobre as Rosas de Sarom, ora comparando-as ao Senhor Jesus, ora comparando-as aos Seus servos. As Rosas de Sarom eram, e ainda são, muito famosas, e vamos entender por que Deus nos compara a elas.
Sarom é uma terra de difícil sobrevivência, uma terra no deserto, árida e muito quente. Mas Sarom tem a terra ideal para produzir as rosas mais perfumadas que já se viu, cujas pétalas podem produzir uma grande quantidade do mais valioso perfume. Essas flores possuem um valor tão alto que os cultivadores, na época de floradas, costumam colocar guardas armados para guardar seus cultivos.
As Rosas de Sarom são cultivadas em terras difíceis, debaixo de sol escaldante, em meio a terreno pedregoso, cheio de espinhos, onde a água é difícil de encontrar, e os predadores são muitos, pois é uma flor muito apreciada.
Quando Deus nos compara as rosas de Sarom, está nos dizendo que somos assim também para Ele. Somos rosas preciosas, de raro perfume, cultivadas no meio das provas, dificuldades e angústias, testadas no fogo ardente, humilhadas pelos que deveriam nos amar, perseguidas pelos que não amam a Deus, invejadas e desejadas malignamente por causa da nossa beleza e perfume. Muitos são os que tentam roubar nosso perfume, nosso dom, nossa linguagem, nossa virtude, nossa alegria de servir a Deus e a confiança de que somos vencedores. Eles semeiam ao nosso redor tristezas e tentam nos afastar do jardim de Deus.
Mas, como fazem os cultivadores das rosas de Sarom, Deus também coloca guardas armados para nos guardar. Seus anjos armados com espadas de fogo são nossos guardas fiéis.
Outra lição importante é que as rosas preciosas de Sarom exalam excelente perfume. Para o Senhor, somos Suas flores e produzimos o mais valioso perfume através do nosso testemunho e prática diária da Sua Palavra, nosso temor e obediência, nossa consagração e reverência, nossa capacidade de suportar as provas sem murmurar, entre outras coisas. E o nosso maior dom e o mais caro perfume que temos é o amor. Isso é um doce perfume aos olhos do Senhor.  Por isso o inferno se levanta para tentar nos roubar do Senhor, mas nada pode tocar Suas rosas de Sarom, porque Ele dá ordem aos anjos ao nosso respeito para nos guardarem.
Agora consegue entender o valor que você tem para Deus?
Seja rosa perfumada do Senhor em todo tempo, debaixo de sol escaldante, exale o perfume que agrada ao Seu coração!

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.

domingo, 25 de junho de 2017

UNANIMIDADE

Imagem relacionada

“Se temos em Cristo alguma motivação, alguma exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e compaixão, completem minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude." Filipenses 2.1,2

"Se há algo que precisamos guardar é a unanimidade. Sem unanimidade, nós absolutamente não estaremos qualificados para fazer coisa alguma para o Senhor. Sem unanimidade, estaremos acabados e definharemos. Precisamos ter a mesma mente e a mesma vontade para o mesmo objetivo, com a mesma alma e o mesmo coração. Mas quantos têm desrespeitado autoridades e outros que nada dizem, mas toleram deslealdades contra a liderança! Se não vão todos numa mesma direção, o que sobra é uma estrutura natural. O que traz o impacto é todos caminharem em uma mesma visão, como um feixe de luz que se concentra e se torna um laser. São os raios de sol que, direcionados pela lente a um só ponto, produzem fogo. A força concentrada em uma mesma direção é poder. Se t)
Simples assim...ivermos diferentes maneiras de fazer as coisas, será difícil preservar a unanimidade. Para mantê-la, todos temos de aprender a fazer a mesma coisa da mesma maneira." 
(Pr. Aloisio Silva)

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.

sábado, 24 de junho de 2017

O SENHOR SEMPRE CONFIRMA A SUA CHAMADA


“Depois de oferecer o sacrifício pelo pecado, o holocausto e as ofertas pacíficas, Arão levantou as mãos para o povo, abençoou-o e desceu. E Moisés e Arão entraram na tenda da revelação. Depois saíram e abençoaram o povo; e a glória do Senhor apareceu a todo povo.” (Levíticos 9.22,23)

Em Êxodo 25.1-30.38, o Senhor deu instruções detalhadas a Moisés a respeito do tabernáculo, seus móveis e utensílios, das vestes e paramentos sacerdotais, e da cerimônia de consagração do tabernáculo e dos sacerdotes. Agora, depois de construído e montado o tabernáculo, chegou a hora de consagrá-lo ao serviço do Senhor, bem como de consagrar Arão e seus filhos como sacerdotes, escolhidos por Deus para exercerem essa função.  Nessa cerimônia, Arão e seus filhos iniciaram seu ministério, oferecendo os primeiros sacrifícios. Foi então que ocorreu algo extraordinário:

“A glória do Senhor apareceu a todo o povo, pois saiu fogo de diante do Senhor e consumiu o holocausto e a gordura sobre o altar. Ao ver isso todo o povo gritou de alegria e prostrou-se com o rosto em terra.” (Levíticos 9.23,24)

Essa foi a maneira que o Senhor usou para confirmar, perante seu povo, a chamada de Arão e seus filhos para o ministério. O Senhor, de modo especial, mostrou que aceitava a ministração desses homens. O povo mais uma vez espantou-se, mas agora, em vez de medo, manifestou grande alegria e reverência.
O Senhor sempre confirma claramente a escolha de seus ministros perante o povo. Nem sempre de uma maneira extraordinária como essa, mas com certeza sempre por abençoar aqueles a quem eles ministram, salvando almas, edificando vidas, confortando sofredores, levantando caídos, conduzindo vitoriosos, treinando os que Deus escolhe como seus sucessores, e por tantas outras maneiras. O povo saberá reconhecer e mostrar sua alegria pelo ministério daqueles que são chamados, obedecem a chamada, e têm a sua ministração aprovada por Deus.
Pr. Sylvio Macri

Pense nisso!

Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.
Conheça também...
www.bonnevievie.blogspot.com.br
E a minha página de poesias "Bem Dito"
https://www.facebook.com/raquelroquebemdito?ref=hl

JEJUM DIÁRIO QUE AGRADA A DEUS



“Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, do que a gordura de carneiros.” I Samuel 15.22

O jejum que agrada a Deus é também...
1 - O jejum da calúnia
2 - O jejum da injustiça
3 - O Jejum da futilidade
4 - O jejum da contenda
5 - O jejum do ódio
6 - O jejum da violência
7 - O jejum da mediocridade
8 - O Jejum da mentira
9 - O Jejum da traição
10 - O jejum da iniquidade

Muitos cristãos fazem jejuns sem valor diante de Deus, justamente porque se esquecem de viver o evangelho na íntegra.
Não era diferente no Antigo Testamento. O povo fazia jejum mecanicamente, sem atentar para suas práticas maldosas e pecados. Então, Deus lhes deu uma repreensão acompanhada do modelo correto de jejum que agrada a Ele.
“Acaso não é este o jejum que escolhi? que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo? e que deixes ir livres os oprimidos, e despedaces todo jugo? Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desamparados? que vendo o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne? Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará. e a tua justiça irá adiante de ti; e a glória do Senhor será a tua retaguarda. Então clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo, e o falar iniquamente; e se abrires a tua alma ao faminto, e fartares o aflito; então a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio dia.” Isaías 58.6-10
 O que fazer, então?! Parar de jejuar?! Não!!!
O que Deus quer é que você faça tanto um quanto o outro - jejuar, sim,  mas sem se esquecer de praticar a Palavra da Verdade.

Pense nisso!
Conheça também meus outros blogs:
PROSPERA-TE;
BONNE VIE
E a minha página de poesias “Bem Dito”
É só clicar:
Você será grandemente edificado(a)!
  


quinta-feira, 22 de junho de 2017

POR QUE NÃO AGORA?

Resultado de imagem para Pedro aos pés de jesus

“Meus filhinhos, vou estar com vocês apenas mais um pouco. Vocês procurarão por mim e, ..., agora lhes digo: Para onde eu vou vocês não podem ir. Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros. Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros. Simão Pedro lhe perguntou: Senhor, para onde vais? Jesus respondeu: Para onde eu vou, vocês não podem me seguir agora, mas me seguirão mais tarde. Pedro perguntou: Senhor, por que não posso seguir-te agora? Darei minha vida por Ti! Então, Jesus respondeu: Você dará a vida por Mim?...” João 13.33-38

Houve um missionário que serviu ao Senhor por muitos anos no Suriname, mas em seus últimos anos foi atacado por uma doença que o paralisou. Às vezes, ele se perguntava por que Deus não o levava, pois ele ansiava por partir  e estar com o Senhor.
Talvez a vida seja dura para você ou para um ente querido, e você questiona por que Deus permite que o sofrimento continue. Quando Jesus falou que estava indo para o céu, Pedro perguntou: “Senhor, por que não posso ir agora?”. Você, como Pedro, pode se perguntar por que a entrada no céu foi adiada: “Por que não agora?”
Deus tem um propósito sábio e amoroso em nos deixar para trás. Há um trabalho a ser feito em nós que só pode ser feito aqui na terra. Nossas aflições, que são momentâneas, estão produzindo em nós“...eterno peso de glória, acima de toda comparação”(II Coríntios 4.17). E há trabalho a ser feito por outras pessoas – ainda que seja amar e orar. Nossa presença pode também ter o propósito de dar aos outros a oportunidade de aprender o amor e a compaixão.
Portanto, apesar de você desejar a libertação para si mesmo ou alguém querido, viver na carne pode significar o frutificar em Cristo, como disse o apóstolo Paulo: “Pelo contrário, com toda a determinação de sempre, também agora Cristo será engrandecido em meu corpo, quer pela vida quer pela morte; porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro. Caso continue vivendo no corpo, terei fruto do meu trabalho. E já não sei o que escolher! Estou pressionado dos dois lados: desejo partir e estar com Cristo, o que é muito melhor; contudo, é mais necessário, por causa de vocês, que eu permaneça no corpo. Convencido disso, sei que vou permanecer e continuar com todos vocês, para o seu progresso e alegria na fé, a fim de que, pela minha presença, outra vez a exultação de vocês em Cristo Jesus transborde por minha causa.”Filipenses 1.20-26.
E também há conforto na espera; embora o céu seja adiado, Deus tem Suas razões. Não há dúvida disso!

Pense nisso !!!

Tenha uma excelente semana!

O VALOR DA COMUNHÃO

Resultado de imagem para Comunhão

“Retenhamos inabalável a confissão da nossa esperança, porque fiel é aquele que fez a promessa; e consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros em amor...”
Hebreus 10.23-25.

Um cristão comparecia assiduamente às reuniões da sua igreja, e um dia, sem comunicar à ninguém, deixou de participar de suas atividades. Depois de algumas semanas, irmão da mesma igreja sentiu sua falta e decidiu visitá-lo. 
Era uma noite muito fria! Aquele irmão o encontrou em sua casa, sozinho, sentado diante da lareira, onde o fogo estava brilhante e acolhedor.
Adivinhando o motivo da visita de seu amigo, deu-lhe as boas vindas, lhe ofereceu uma cadeira grande em frente à lareira e ambos assentaram-se quietos, admirando a dança das chamas em volta dos troncos de lenha que queimavam.
Depois de alguns minutos, o irmão que o visitava foi até a lareira e cuidadosamente escolheu dentre as brasas a mais incandescente de todas, empurrando-a para fora do fogo.
Sentando-se novamente, permaneceu silencioso e imóvel.
O anfitrião prestava atenção a tudo, fascinado e também quieto.
Dentro de pouco tempo, a chama da brasa solitária diminuiu, até que seu fogo se apagou  por completo. O que antes era uma festa de calor e luz, agora não passava de um frio, morto e preto pedaço de carvão, recoberto de uma camada de cinza espessa.
Nenhuma palavra tinha sido pronunciada desde a saudação inicial entre os dois amigos!
Antes de preparar-se para ir embora, o amigo, movimentou novamente o pedaço de carvão já apagado, frio e inútil, colocando-o novamente no meio do fogo. Quase que imediatamente transformou-se numa nova chama, alimentada pela luz e o calor das labaredas dos outros carvões em brasa e ao redor dele.
Quando o Amigo se aproximou da porta para ir-se embora, seu anfitrião lhe disse: “Obrigado pela sua visita e pelo belíssimo sermão! Voltarei à comunhão dos irmãos que sempre me faz muito bem!”
Vamos refletir...
Os membros de uma igreja fazem parte da "CHAMA" da comunhão, mas quando se afastam do grupo, perdem todo seu brilho e calor.
Cada irmão é responsável por manter acesas as chamas da comunhão, tanto para si mesmo como para cada um dos outros membros. Cada um é responsável por promover a união entre todos, para que o fogo seja sempre realmente forte e duradouro.
A Bíblia diz:

“Portanto, se há alguma exortação em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão do Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões, completai a minha alegria, para que tenhais o mesmo modo de pensar, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, pensando a mesma coisa;... com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo; não olhe cada um somente para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros. (Filipenses 2:1,2)

“Tendo antes de tudo ardente amor uns para com os outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados; sendo hospitaleiros uns para com os outros, sem murmuração; servindo uns aos outros conforme o dom que cada um recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.” (I Pedro 4:8)

A igreja mantém a chama da comunhão acesa quando os membros valorizam-se uns aos outros e mantêm-se unidos em amor. Como na lareira, cada madeira que constitui o feixe não é igual e nem queima da mesma forma, porém o conjunto emite luz intensa e aquece muito mais a todos e ao ambiente em que vivem.
Nenhum de nós é melhor que todos nós juntos!!!

Pense nisso!
E deixe seu comentário!


quinta-feira, 15 de junho de 2017

ÚNICA RIQUEZA

Resultado de imagem para deus ÚNICA RIQUEZA

“Guarda-me, ó Deus, porque confio em ti. Eu disse a Deus: Tu és o meu Senhor. Não tenho outra riqueza além de ti.” Salmo 16.1,2

Neste salmo, Davi não diz que Deus é sua maior riqueza. Ele diz para Deus que Ele é sua “única” riqueza. E isso é sério e profundo.
Deus deseja ser único em nossa vida. Certa vez, Ele pediu a Abraão o sacrifício de seu filho Isaque, porque Isaque era o que Abraão mais amava. Deus não queria Isaque! Queria ser único na vida de Abraão.
Deus sente ciúmes, como um marido traído, quando há outras “riquezas” além Dele em sua vida. Infelizmente, temos a forte tendência de colocarmos coisas e pessoas no lugar de Deus. Isso acompanha a humanidade desde sempre.
Como é fácil, por exemplo, deixar de dizimar a Deus pra pagar uma dívida, deixar de cultuar para encontrar pessoas, recebê-las em casa ou comemorar um dia especial, deixar de ofertar pra comprar um lanche depois do culto, etc. Quantas vezes deixamos de passar tempo a sós com Deus por causa dos inúmeros compromissos e serviços que nos esperam, ou deixamos de ler a Bíblia porque preferimos assistir um filme?! Outros só se lembram de Deus quando estão atribulados, desempregados, doentes ou com alguma necessidade material, e tão logo recebem a vitória (do Senhor, diga-se de passagem), logo vão embora e não voltam nem pra agradecer.
Criticamos o povo de Israel por fazer e adorar um bezerro de ouro por causa da demora de Moisés no Monte Sinai, mas fazemos o mesmo! Por exemplo, quando oramos, oramos, e a resposta demora, não temos paciência pra esperar. Vamos atrás de um parente, um político, um amigo, entre outros, e tomamos das mãos de Deus a direção da nossa vida de volta. Tomamos a frente, agimos por conta própria, e sempre nos damos mal. Mas continuamos levantando nossos “bezerros”.
Tudo que alguém faz demais, toma o lugar de Deus e, portanto, torna-se um ídolo. Aquilo que consome seu tempo, domina você, e torna-se seu deus. Come demais?! A comida é seu deus! Trabalha demais?! O dinheiro é seu ídolo! Deixa de cultuar para assistir o futebol?! Seu time é seu ídolo! Malha demais?! O corpo é seu ídolo! Vê TV demais?! Ela é seu ídolo! Passa tempo demais no Whats'app?! Ele se tornou seu deus! São pequenas discrepâncias diárias que vão nos afastando do verdadeiro Deus, e pondo outros no lugar Dele.
Talvez você esteja pensando: “Puxa! Eu não sabia disso!” Pois agora sabe!!! E o que vai fazer a respeito? Deus espera sua atitude, seu arrependimento e sua mudança! Ele quer ouvir de você: “Tu és meu único Senhor. Não tenho outra riqueza além de ti.”
Que outras coisas ou pessoas dividem espaço com Deus em sua vida?
Ele é ou não é sua “única” riqueza?
O que ou quem você mais ama?
Estaria disposto(a) a sacrificar isso para Deus, como fez Abraão?
Pense nisso! E faça de Deus seu único tesouro, antes que Ele exija um sacrifício.


Deixe seu comentário e conheça também...
http://prraquelroque15.wixsite.com/meusite
   LEIA A BÍBLIA!