Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

sábado, 28 de junho de 2014

PARE DE RECLAMAR



“E fez o Senhor Deus nascer uma aboboreira, e ela subiu por cima de Jonas, para que fizesse sombra sobre a sua cabeça, a fim de livrá-lo do seu enfado; e Jonas se alegrou em extremo por causa da aboboreira.Jonas 4:6

Jonas reclama do calor, Deus mostra amor para com ele, providenciando sombra para o seu corpo.
Jonas reclama, Deus abençoa.
Jonas grita que quer morrer, Deus faz a vida florescer.
O amor de Deus está além da nossa compreensão, mas não devemos nos preocupar: mesmo que não entendamos o amor de Deus, podemos experimentá-lo.
E para fruirmos o amor de Deus, que se manifesta mesmo em meio às nossas reclamações, devemos parar de reclamar.

"Quando louvamos a Deus por suas misericórdias, nós as prolongamos. Quando louvamos a Deus pelas desgraças, nós as encerramos. O louvor é a doçura da vida que um coração dedicado extrai de cada floração da providência e da graça." C.H. Spurgeon

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.
Conheça também...

sexta-feira, 27 de junho de 2014

DIANTE DAS FACILIDADES DA VIDA


As facilidades da vida tornam difícil a nossa vida.
Se temos muito tempo, não aprendemos a usá-lo bem e pouco produzimos.
Se temos muito dinheiro, não aprendemos a valorizá-lo e o desperdiçamos.
Se temos muito conforto, relaxamos e nos tornamos despreparados para outros momentos da vida.
Pais que, por exemplo, tiveram infâncias duras dão tudo o que os seus filhos pedem. Eles o fazem por amor ou para não verem os filhos passando o que viveram. O problema é que alguns filhos se acostumam com a proteção do dinheiro fácil e com o conforto largo e não se disciplinam para as provas da vida, que exigem trabalho duro.
Nós mesmos, tendo um passado difícil ou fácil, vamos nos acostumando com aquilo que o dinheiro compra. Relaxamos. Deixamos de lado coisas importantes, em troca do lazer. Esquecemos aqueles que ainda vivem vidas difíceis, como se não pudéssemos ajudá-los. Passamos a achar que o nosso esforço nos fez vitoriosos, o que é uma verdade, mas uma verdade incompleta. A verdade completa é que Deus nos deu o sucesso no que fizemos.

“E seja sobre nós a formosura do Senhor nosso Deus, e confirma sobre nós a obra das nossas mãos; sim, confirma a obra das nossas mãos.Salmos 90.17

Israel Belo de Azevedo

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.
Conheça também...

quinta-feira, 26 de junho de 2014

DEUS ESTÁ NO CONTROLE



“Todavia o número dos filhos de Israel será como a areia do mar, que não pode medir-se nem contar-se; e acontecerá que no lugar onde se lhes dizia: Vós não sois meu povo, se lhes dirá: Vós sois filhos do Deus vivo.” Oséias 1.10


Quando caminha pela praia, você caminha sobre pequeníssimos grãos de areia. Quando olha pra frente, vê a imensidão do mar, do céu e da areia na margem. Então, você se sente pequeno. Se sente como um grão de areia, um grão de areia que se pisa, um grão de areia que a água leva pra lá e pra cá, e que talvez não volte.
Em outro momento, dependendo da emoção, você pode pensar em outra direção: Toda aquela imensidão foi criada por Deus, como também você foi criado por Deus. E esse Deus capaz de fazer a maravilha do céu, de mar com a sua praia e seus grãos de areia, fez você. Você faz parte do projeto de Deus. Tudo foi projetado para o seu bem estar, inclusive o céu, a areia e o mar.
Então, você começa a refletir: Se, como grão de areia, é levado para lá e para cá pelas situações da vida, você pode ter esperança, pois o mesmo Deus criador é também o Deus sustentador. Tudo ainda está sob o Seu comando. O movimento das ondas e da areia, assim como toda a natureza, seguem as leis que Deus deixou para exercer o Seu controle. De igual modo, o movimento da sua vida está sob o controle do Deus poderoso que ama e cuida de você com maior zelo do que cuida do céu, do mar e da areia. Você tem muito mais valor que eles, e Deus ama você!
Sendo assim, você pode ter esperança, mesmo que seu presente não seja animador. Deus ainda está no controle. Descanse nisso!

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.
Conheça também...

quarta-feira, 25 de junho de 2014

VOCÊ SE SENTE REJEITADO?

O pior dos sentimentos humanos é o do abandono. Infelizmente ele é muito comum entre as pessoas e pode ser sentido de forma leve ou profunda, causando, respectivamente, danos leves ou profundos.
Muitas vezes, ele acontece na infância e dura a vida toda. Outras vezes, na idade da consciência e provoca danos difíceis de serem reparados.
Na infância, uma pessoa pode se sentir rejeitada pelos pais quando preterida por um deles, ou pelos dois, em favor de outro irmão, quando sofre violência física, moral ou emocional.
Pode ser que a rejeição seja real ou apenas uma impressão subjetiva, mas em ambos os casos a pessoa fica ferida na alma.
A partir destas experiências, ela se pergunta por que não é amada e pode ser que passe a vida toda procurando por este amor que lhe foi negado.
Na idade adulta, uma pessoa pode se sentir rejeitada pelos amigos ou colegas, substituída por outra no emprego, deixada para trás quando esperava uma promoção no trabalho, ou ainda por causa de uma característica que lhe seja desagradável. Também pode ser rejeitada pela religião que professa, pela nacionalidade que carregue, ou pela família que tenha. A partir destas experiências, a pessoa pode se fechar em seu mundo, como se ninguém a amasse.
Existe solução tanto humana como espiritual para a pessoa que se sente rejeitada. Mas nada se compara ao amor que ela recebe de Deus quando aceita Jesus como seu salvador. O amor de Deus restaura a alma ferida. Jesus sabe exatamente o que é ser rejeitado. Desde a Sua infância Ele passou pela rejeição. Imagine que Ele era filho de uma moça que engravidou antes de se casar. Isso deve ter dado o que falar naquela em sua cidade, entre sua família. Depois, quando começou Seu ministério também foi perseguido e caluniado por seus opressores. Até mesmo alguns da família O rejeitaram e O chamaram de louco. Na cruz, por um momento Ele se sentiu abandonado pelo Pai; no entanto, não se completaram três dias para o amor do Pai se manifestar em sua vida em todo o seu brilho, quando foi ressuscitado no domingo. Jesus é a prova viva de que o amor de Deus não falha.



A real cura para a rejeição está no amor e não existe maior amor do que o que Deus nos ofertou através de Jesus Cristo. Nele o nosso Pai derramou Seu grande amor sobre nós os seus filhos.

“Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus. E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele.” I João 4.15-16

“...porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. Romanos 5.5

“Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.” João 15.13

Portanto, quando se sentir abandonado(a), aqueça seu coração pela certeza de que é amado(a) pelo Pai eterno. Seu amor por nós nunca falha. Esta certeza vai ajudar você a vencer a rejeição.

“Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá.Salmos 27.10

Esta é a promessa do Pai que ama você mais que qualquer outra pessoa.  

“Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.” Isaías 49.15


Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.
Conheça também...

terça-feira, 24 de junho de 2014

QUEM AMA



“Mas, sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor cobrirá a multidão de pecados.”  1 Pedro 4:8

Entenda; o amor não é conivente com o pecado, mas não tem prazer em expor ao ridículo o pecador. O verdadeiro amor confronta o pecado, mas faz isso em particular, e, quando em público, protege o pecador. “Cobrir o pecado” significa que o amor não tem um prazer em expor as pessoas, nem em envergonhá-las. Quem ama não envergonha o outro.
Quem ama confronta e fala a verdade quando o alvo do seu amor está errado, ao invés de espalhar boatos. Quem ama defende das fofocas e dos ataques alheios, mas procura o pecador e o aconselha para que abandone o erro. Quem ama busca a transformação da pessoa errada em vez de cavar mais abismos para ela.
Quem ama abomina o pecado, mas compadece-se do pecador e se coloca na brecha em favor dele. Colocar-se na brecha é entrar na frente de Deus para interceder por alguém. Lembra quando seu pai queria lhe bater e sua mãe entrava na frente tentando acalmá-lo? Isso é colocar-se na brecha. É isso que o amor faz!
Quem ama perdoa e não guarda mágoas. Quem ama anda a segunda milha, suporta, releva.
O amor “...tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta” (I Coríntios 13.7)
O amor não se alegra com a queda dos outros, mas regozija-se quando um pecador se volta para Deus, se arrepende e acerta o passo.
Quem ama não aponta os erros, mas aponta o caminho certo, o caminho do arrependimento e da restauração.
Deus espera que cada cristão ame deste jeito.
Você tem este tipo de amor?

Pense nisso!

Se você foi edificado(a), compartilhe com seus amigos nas redes sociais!
E conheça também

segunda-feira, 23 de junho de 2014

DESEJO E AÇÃO





“Agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for. O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali?” Fernando Pessoa.

Esta é uma frase de inteligência e sabedoria. Observe que o autor fala sobre duas ações e destaca a mais importante. São elas: querer e agir, e agir é mais importante que querer.
A Bíblia também fala sobre estas duas ações, porém com um diferencial.

“De sorte que, meus amados, assim como sempre obedecestes, não só na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência, assim também operai a vossa salvação com temor e tremor;
Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade.
Filipenses 2.12-13

Observe que tudo começa com obediência. Significa que seu querer e seu agir devem seguir uma regra de obediência a Deus, não somente sob as vistas de seus líderes, mas muito mais na ausência deles.
Da mesma forma, o querer e o agir dos servos obedientes do Senhor estão diretamente ligados à salvação. A salvação faz com que estas duas ações sejam feitas em temor e tremor diante de Deus. Significa que você não apenas deseja e age, mas você o faz diante de Deus e para Deus. Você o faz sabendo que Deus está vendo. Você o faz desejando agradar ao Senhor. Você o faz entendendo que será recompensado por tudo que fizer, sendo bom ou mau. Má recompensa para o que fizer de mau. Boa recompensa para o que fizer de bom.
O texto também declara que, para os salvos em Cristo Jesus, seu querer e seu agir vêm de Deus, são “operados” por Ele, segundo a Sua vontade. Significa que o salvo não age por impulso, por constrangimento ou por inclinação carnal e humana, mas deseja e age em acordo com a vontade de Deus. Tanto seus desejos e vontades quanto seu agir dependem de Deus, e estão plenamente em acordo com o querer e o agir Dele desde o começo da intenção até sua realização final. No fim das contas, o salvo faz tudo por Deus e para Deus. E isso faz toda diferença!

Pense nisso!

Se você foi edificado(a), compartilhe com seus amigos nas redes sociais!
E conheça também