Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

MARIA OBEDECEU DESDE O COMEÇO

A história de Maria começa com um ato de obediência. Quando o anjo a visitou com a notícia que teria um bebê e com a palavra que seu filho seria o Messias, certamente Maria ficou surpresa, mas tomou a decisão:
"Aconteça comigo conforme a tua palavra"
(Lucas 1.38)

Portanto, "Maria, pela fé consentiu com o plano de Deus. Maria, pela fé, começou a levar a cruz antes que Jesus nascesse. Maria começou a sofrer antes que o Messias sofresse". (Scot MacNight)

Há um preço na obediência.
Há um preço na desobediência.
E não há meio termo entre obediência e desobediência.
Deus precisava de um ventre pronto para receber Seu Filho. 
Deus precisava de um coração para fazer a Sua vontade. Deus precisava de uma vida abençoada que abençoasse outras.
Foi assim com Abraão, que, para experimentar a bênção de Deus, teve de sair de Ur, vale dizer, teve de abandonar seu estilo de vida (sua tranquilidade, sua cidade, sua zona de conforto).
Não há bênção sem obediência.
Deus chama pessoas para abençoar porque Ele sabe que abençoar é o verbo que quem quer ser abençoado precisa conjugar.
Você quer ser abençoado? Abençoe.
Como precisou de Maria, Deus precisa de nós para abençoar outras pessoas.
O sentido da vida do outro depende de nossa obediência.
O sentido de nossa própria vida depende da nossa obediência.

Pense nisso!!!


(Extraído da mensagem “Prazer da Palavra”, do pastor Israel Belo, de 6/6/13).

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Vício é um mal

“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.” 
I Coríntios 6.12

O vício é uma prática irresistível de um mau hábito, uma conduta ou um costume censurável, um relacionamento doentio. Ele é uma necessidade dominadora, excessiva e insistente. Primeiro, traduz-se em uma preocupação mental com a substância, com o sentimento ou com o ato. Depois, faz com que a pessoa submeta-se a qualquer coisa para conseguir o elemento que a satisfaça.

Vícios são destruidores cruéis. Eles destroem primeiramente o viciado, seu sossego, sua identidade, sua autoestima, sua dignidade, etc. Depois destroem tudo que cerca a pessoa, sua família, seus bens, seu trabalho, seus relacionamentos, etc.. Aquele que é viciado fica tão entregue ao seu objeto de prazer que a razão e a lógica são incapazes de libertá-lo. O vício mascara a realidade.
A Bíblia diz que o diabo veio para matar, roubar e destruir (João 10.10). É exatamente isso que o vício faz. Portanto, entendemos que o vício é uma ferramenta do diabo para realizar a sua obra de destruição total.
É claro que existem vícios mais ou menos destruidores. As drogas, por exemplo, são altamente destruidoras. Mas não despreze os vícios “menores”, porque eles também destroem sua vida, seja de doces, de chocolate, de comida, de televisão, de internet, de vídeo games, etc. Sabia que já existem clínicas de reabilitação para viciados em internet? Pois existem, e as pessoas que são internadas lá estão tão esbagaçadas quanto aquelas viciadas em álcool, cocaína e crack.

Entenda: vício é vício. Se você não consegue ficar sem alguma coisa ou alguém, preste muita atenção. Você pode estar se afundando física, emocional e espiritualmente. Busque ajuda o quanto antes, e clame a Deus, porque somente Ele pode libertar você.
O desejo de Deus para a pessoa com esse problema é que ela não apenas enxergue a sua triste realidade, mas também encare a si mesma com honestidade e reconheça que depende da intervenção divina. Somente Deus é capaz de libertar e restaurar pessoas viciadas, através de Jesus Cristo.
A Bíblia diz que Jesus veio para nos dar vida, e vida com abundância (João 10.10).
É isso que Deus deseja que você tenha - vida com abundância. Então, não se conforme com menos.

Pense nisso !