Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

COMO LIDAR COM PESSOAS NOCIVAS


 “Se você não pode mudar as circunstâncias, mude sua perspectiva.” (Autor desconhecido)

Técnicas positivas para lidar com pessoas difíceis e nocivas.

 

1. Tente entender.

Existem muitas razões pelas quais as pessoas escolhem ferir deliberadamente as outras. Elas também podem ter sido intimidadas ou feridas, elas podem se sentir ameaçadas por você, você pode ficar no caminho de algo que elas querem, elas podem não gostar de seu rosto, sua cor de pele, sua religião ou a sua orientação sexual.
Se você sabe que uma pessoa foi pessoalmente intimidada ou se sente impotente por causa de algo em sua própria vida, isso pode ajudá-lo a simpatizar com ela e perceber que suas ações não são pessoalmente dirigidas a você. Você descobre que a maior infelicidade está na própria pessoa.
Talvez você possa até ser capaz de ajudá-las a lidar com sua própria raiva e dor. Isso pode ser difícil, e talvez você nunca saiba ou entenda as razões pelas quais alguém se comporta de uma determinada maneira, mas o entendimento pode revelar muitas verdades.

2. Desafie suas reações.

Opte por não reagir emocionalmente aos agressores. Pessoas implicantes prosperaram conforme sua reação. Se alguém continua colocando você para baixo, e sua reação for normal você não alimentará a atitude agressiva. Conte até dez. Vá embora. Mude de assunto. Faça qualquer coisa, mas não reaja emocionalmente.
Não significa que você não deva estabelecer limites e dizer o que pensa quando alguém passa dos limites. Significa apenas que se você aprender a responder com calma e racionalmente. Aprenda quando é melhor deixar as coisas passarem de modo que não alimente a agressividade do outro e quando você deve realmente reagir. Aprenda a não combater fogo com fogo.
“A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens. Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça.  Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” Romanos 12.17-21
Se você se comportar com honestidade e integridade, as pessoas vão julgá-lo por seu comportamento, e não pelo que os outros dizem sobre você.

3. Encontre humor na situação.

Tenha cuidado, porém, para não usar o riso de uma maneira passivo-agressiva.
Use o riso não para eles, mas para si mesmo. Isso ajuda você a se levar menos a sério, o que entorpece o impacto emocional do assédio moral e lhe capacita a lidar com ele. Aprender a rir de si mesmo é uma grande habilidade.
Outro método é imaginá-los em situações engraçadas. Um velho sábio: “Se você está com medo de alguém, você deve apenas visualizá-lo sentado no vaso sanitário!”

4. Seja gentil.

Por ser verdadeiramente agradável, você não está respondendo a maldade com sua própria maldade; você está combatendo as trevas com a luz. E não somente com a pessoa diretamente, mas também com outros. Transforme a energia que você dispensaria para revidar ou se vingar para fins bons e agradáveis.

Por exemplo, se a pessoa é egoísta e preguiçosa, você pode se voluntariar para ajudar os outros, ou telefonar para um amigo solitário, ou enviar flores a alguém. Deixe suas ações e a maneira como você vive sua vida ser o seu próprio embaixador.
Se você vive sua vida honestamente, e com integridade, quem encontrar falhas em você só vai rebaixar-se, e talvez essas pessoas não mereçam estar em sua vida. Quanto mais você agir como uma boa pessoa, mais você vai se tornar essa pessoa.
Espero que isso ajude. Agora, mais uma vez, lembre-se, fale, se você ou alguém que você conhece está sendo intimidado. Exponha os valentões à luz da verdade e eles terão que se esconder.

5. Afaste-se
Tenha em mente que algumas pessoas realmente não merecem a sua companhia. Jesus nunca ficava onde não era bem recebido, onde as pessoas não o queriam, e ensinou isso aos discípulos.
“Mas em qualquer cidade, em que entrardes e vos não receberem, saindo por suas ruas, dizei: Até o pó, que da vossa cidade se nos pegou, sacudimos sobre vós. Sabei, contudo, isto, que já o reino de Deus é chegado a vós.”
Lucas 10.10-11
Se você perceber que a presença daquela pessoa só suga sua energia e lhe deixa para baixo, tente evitar sua companhia para o mínimo de tempo necessário.
As atitudes positivas são principalmente úteis antes que a perseguição se instale. Se há frequência, é necessário buscar ajuda e reagir. Lembre-se também de não se calar quando presenciar um colega ou amigo sendo agredido física ou emocionalmente. O silêncio das testemunhas é a força dos abusadores.

Pense nisso!

Se você foi edificado(a), compartilhe com seus amigos nas redes sociais!
E conheça também

www.bonnevievie.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário