Obrigada.

sexta-feira, 11 de março de 2016

AVIVAMENTO EXIGE ALINHAMENTO



Se quisermos viver o verdadeiro avivamento espiritual, precisamos alinhar algumas coisas em nossas vidas.

Avivamento exige alinhamento com a Palavra de Deus. Como ser avivados se não a lemos, não meditamos nela, não a praticamos, não a amamos o suficiente? No tempo do rei Josias houve um grande avivamento depois que o templo foi limpo, achou-se a Palavra de Deus e ela foi lida para o rei e para o povo (II Cr. 34)

Avivamento exige alinhamento com a vontade de Deus. Como ser avivados se só buscamos as mãos de Deus e não a Sua face? Como crianças mimadas, só O buscamos pelo que nos abençoa, nos alegra, supre nossas necessidades e satisfaz nossas vontades. Não precisamos de coisas! Precisamos de Deus! Devemos, portanto, buscar a Sua face, pelo simples prazer de estar com Ele.

Avivamento exige alinhamento com a visão de Deus para a Sua Igreja. Como ser avivados se a igreja é de todos e não mais de Deus? Como ser avivados se a igreja tem que ser do ‘meu’ gosto e ‘me’ servir, ao invés de eu servi-la? Deus só envia o Seu Espírito sobre terra fértil, sobre aqueles que são úteis ao Seu Reino, sobre os que serão Suas testemunhas (At. 1.8; 4.31).

Avivamento exige alinhamento com a direção do Espírito Santo. Como ser avivados se nem ao menos perguntamos qual é a vontade do Espírito para nosso dia, nosso ano, nossa vida?! (Lc. 12.12; At. 13.4).

Avivamento exige alinhamento com a obediência. Deus não realiza nada em detrimento de Seus próprios princípios. O Espírito Santo jamais será derramado sobre pessoas rebeldes, insatisfeitas ou contrárias aos seus líderes, seja de que esfera forem. Deus trabalha sob o Princípio da Autoridade e Submissão. Quem estiver fora desta perspectiva, também está fora do alcance do Seu favor e poder (At. 8.18-23). 

Avivamento exige alinhamento com a liderança. Deus não vai passar a frente de líderes que Ele mesmo imbuiu de autoridade. Todos que receberam o enchimento do Espírito Santo estavam em submissão.

Avivamento exige alinhamento com o tempo. Eclesiastes 3 diz que há um tempo determinado para todas as coisas. Alguns pensam que basta orar uma ou duas vezes para receberem o Espírito Santo. Na primeira vez que Ele desceu, no Pentecostes, aquele grupo de crentes estava orando há cinquenta dias. Então, temos que orar e orar, até que Deus envie Seu Espírito. É preciso paciência e perseverança.

Finalmente, avivamento exige alinhamento com os frutos do Espírito. Embora haja pessoas que (supostamente) receberam dons do Espírito sem, contudo, frutificarem Seus frutos, a Palavra nos diz que o que realmente importa para Deus é que você frutifique do Espírito “...amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio.” (Gl. 5.22,23). Pensando bem, se você já produz estes frutos, já está vivendo o avivamento genuíno.


Pense nisso!

Gostou? Deixe seu comentário. Ele é importante pra mim. E compartilhe com seus amigos nas redes sociais. Obrigada.
Conheça também...


Nenhum comentário:

Postar um comentário