Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

quinta-feira, 3 de julho de 2014

A Memorização das Escrituras – Parte 3


Andy Davis é um amigo que pastoreia a Primeira Igreja Batista de Durhan, NC. Andy empenhou sua vida no esforço e encorajamento de outros, a fim de engajarem-se na tarefa de memorização de passagens extensas da Escritura. Ele contribuiu com um capítulo sobre exatamente este assunto no livro que editei, “Dear Timothy” (Amado Timóteo, Editora Fiel). A seguir, estão seus argumentos em favor da memorização de capítulos e livros inteiros da Bíblia:

1. Isto honra o testemunho que as Escrituras dão sobre si mesmas

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (II Timóteo 3.16)

“Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” (Mateus 4.4).

Deus não desperdiça o seu sopro, pois não há palavras supérfluas nas Escrituras. E você descobrirá que alguns de seus momentos mais poderosos de convicção, discernimento e encorajamento virão de textos inesperados da Bíblia.

2. Uma vez que boa parte da Bíblia é escrita como um fluxo de pensamento, com o autor expondo alguns pontos gerais, de argumentação lógica, memorizar a passagem inteira possibilita um entendimento maior da ideia central.
Você não irá perder a floresta pelas árvores. E nem as árvores pela floresta. Todo o livro de Hebreus soará como uma única sinfonia da verdade, e cada verso individualmente na sequência de ideias tocará suas próprias notas com uma nova claridade. Este benefício da “floresta e das árvores” [ou seja, abrangendo o todo e suas partes] também irá ajudá-lo a construir uma teologia bíblica completa, sem defeitos, e sistemática, ao mesmo tempo em que lhe dará entendimento, capacidade para pregar e ensinar versículos, individualmente, da forma adequada.

3. Você estará menos propenso a usar versículos fora de seu contexto, como resultado da memorização de todo o livro.
Um dos argumentos mais comuns usados pelas pessoas que se opõem a você em uma discussão doutrinária é: “Você está tirando isto do contexto!” Um trabalho cuidadoso no livro todo irá ajudá-lo a evitar este tipo de erro.

4. Sua alegria continuará aumentando, assim como sua reverência à miraculosa infinidade da verdade nas Escrituras, conforme você descobre novas verdades dia após dia, mês após mês.
A disciplina de memorizar livros inteiros irá levá-lo a territórios nunca antes desbravados, e, uma vez que “toda a Escritura é inspirada por Deus e útil…” (II Tim. 3.16), você receberá benefícios desta jornada de descobrimento.

Thomas K. Ascol

12 de Julho de 2008 - Vida Cristã

Nenhum comentário:

Postar um comentário