Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

terça-feira, 26 de março de 2013

A VERDADEIRA PÁSCOA



“Porque Cristo, nossa PÁSCOA,  já foi  sacrificado por nós.”  I Coríntios 5.7


A primeira PÁSCOA marcou a saída do povo de Israel da escravidão do Egito. Naquela noite, um cordeiro foi morto para cada família e seu sangue passado nos batentes das portas. Quando o anjo de Deus, que feriu os primogênitos do Egito, viu o sangue, passou por cima das casas dos israelitas, poupando-os da morte. Esta história realmente aconteceu, e Deus ordenou que os pais a contassem aos filhos todos os anos durante a celebração da Páscoa.
“E este dia vos será por memória, e celebrá-lo-eis por festa ao SENHOR; nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo. E acontecerá que, quando vossos filhos vos disserem: Que culto é este? Então direis: Este é o sacrifício da páscoa ao SENHOR, que passou as casas dos filhos de Israel no Egito, quando feriu aos egípcios, e livrou as nossas casas. Então o povo inclinou-se, e adorou.” Êxodo 12.14,26 e 27.
Como tem sido a Páscoa no seu lar? Você tem contado às crianças o verdadeiro significado da páscoa? Seus filhos sabem o por quê deste “culto”? E a páscoa tem sido um “culto” em sua casa? Pois é isso que Deus espera que você faça. Seus filhos precisam saber sobre Deus, sobre a escravidão do pecado e sobre o Cordeiro que Ele imolou para nos trazer libertação – Jesus Cristo, o nosso CORDEIRO PASCAL.
A páscoa secularizada trocou o cordeiro pelo coelho e o sangue pelo chocolate, o pão e o vinho (da ceia) pelo ovo, e a liberdade que Jesus nos deu pela escravidão do consumismo. A páscoa do comércio é doce, mas não traz esperança. É gostosa ao paladar, mas não oferece vida eterna. A páscoa moderna baniu o sangue, mas a Bíblia ensina que “sem derramamento de sangue não há remissão de pecados”. É pelo sangue de Jesus, o Cordeiro de Deus, que fomos comprados para Deus e purificados do pecado. Portanto, não permita que os símbolos do mundo sejam “inculcados” na mente dos pequeninos. Dê a eles a verdade: “Jesus morreu por nós, mas ao terceiro dia ressuscitou”. Esta é a nossa Páscoa. Esta é a nossa alegria. Seus filhos precisam entender e alegrar-se porque Jesus ressuscitou, e, porque Ele vive, somos livres do pecado e da condenação. Conte isso a eles e não permita que coelhinhos e ovos roubem o lugar de Jesus e o valor de sua morte e ressurreição. Que melhor momento para falar de salvação aos nossos pequeninos do que este? Voltemos à verdadeira Páscoa!

Tenha uma semana maravilhosa. E que a Páscoa aconteça todos os dias em seu coração - Que a ressurreição de Jesus seja a razão da sua alegria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário