Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

quinta-feira, 2 de junho de 2016

CADA COISA NO SEU DEVIDO LUGAR


“Ó Senhor, a ti pertence a justiça, mas a nós a vergonha (...) Ó Senhor, a nós, aos nossos reis, aos nossos príncipes e aos nossos pais pertence a vergonha, porque temos pecado contra ti. Ao Senhor nosso Deus pertencem a misericórdia e o perdão. (Daniel 9.7-9).

Uma das tragédias do Cristianismo atual é a ausência de confissão de pecados e, consequentemente, de arrependimento e de busca do perdão divino. As posições foram invertidas. A relação entre o homem e Deus não é mais entre a criatura e o Criador, o pecador e o Santo, o culpado e Perdoador, o servo e o Senhor, o filho e o Pai. Certas teologias transformaram Deus no Grande Office-Boy e o homem em seu chefe ou patrão; ou fizeram de Deus o Paizão que dá tudo de bom aos filhos e não exige nada em troca; ou, ainda, tornaram Deus o Grande Terapeuta que elevará a autoestima do ser humano a alturas nunca vistas.
Nunca vimos tantas imagens da cruz, mas ela transformou-se só numa imagem mesmo. Ausentou-se dos púlpitos, assim como ausentou-se também a pregação sobre o juízo final. A disciplina divina não é mais vista como uma lição a ser aprendida, mas apenas como algo que está retardando a bênção, que com certeza virá. As igrejas tornaram-se centros de bem-estar, aonde as pessoas vão para se sentirem bem e serem entretidas com boa música, mensagens agradáveis e orações românticas. Na hora das ofertas até participam, mas isto é o máximo de que estarão dispostas a abrir mão. Não querem maiores compromissos.
Diante disso, é sempre bom voltar a essa extraordinária oração de Daniel, que se torna ainda mais admirável pelo fato de ele ser um estadista, um líder político de alta posição no reino medo-persa. Diante de Deus, porém, se coloca em posição de humilhação, vestindo-se de pano de saco e assentando-se sobre cinzas (v.3). Daniel era também um homem piedoso, praticante estrito da Lei, mas não lança a sua súplica fiado em sua justiça pessoal, e sim na misericórdia do Senhor, porque reconhece que a ele e ao seu povo pertence a vergonha pelo pecado e ao Senhor pertencem a justiça, a misericórdia e o perdão (vv.18,7-9).
Daniel colocou cada coisa no seu devido lugar, e nós também precisamos fazê-lo se queremos de verdade ser como Daniel.
Pr. Sylvio Macri    

Pense nisso!

Deixe seu comentário e compartilhe em suas redes sociais. Conheça também meus blogs e páginas no Facebook. É só clicar. Obrigada.

LEIA A BÍBLIA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário