Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Tempos Difíceis

“Todos passam por tempos difíceis. Não há nada do que se envergonhar. Algumas vezes nossas orações nos ajudam a evitá-los. Outras não. O mais importante é a nossa atitude quando os enfrentamos. Se ficarmos cheios de ira e amargura, ou insistirmos em nos queixar e culpar a Deus, as coisas quase sempre acabam mal. Se os atravessarmos com ações de graças e louvor a Deus, Ele nos promete coisas boas apesar dos problemas. O Senhor diz: “Tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança.” (Tg. 1.2,3).
As orações durante as crises podem não mudar algumas circunstâncias pelas quais temos de passar. Afinal de contas, se nunca sofrêssemos nada, que tipo de pessoa superficial, sem compaixão e impaciente seríamos ? Mas a oração pode nos ajudar a manter uma perspectiva positiva de gratidão, esperança, paciência e paz em meio às dificuldades e impedir que recebamos as consequências por uma reação negativa.
Quer tenhamos ou não disposição para isso, quando servimos a Deus, o Seu amor está presente em cada momento da nossa vida – mesmo nos mais difíceis, solitários, dolorosos e desesperados. Ele está sempre ali em nosso meio, trabalhando as coisas para o bem, quando oramos e esperamos isso Dele. “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o Seu propósito.” (Rm. 8.28). Seu propósito para as nossas provações é quase sempre levar-nos à Sua presença, com toda humildade, a fim de experimentarmos um quebrantamento em nosso “eu” interior independente, auto-suficiente, e fazer de nós pessoas compassivas, pacientes, espiritualmente fortes, que glorificam a Deus. Ele usa estas situações para ensinar-nos a confiar em Seu amor e cuidado para fazer-nos atravessar os tempos difíceis.
Não consigo lembrar de nenhuma provação que não me fizesse crescer mais nas coisas de Deus, apesar de ter sido terrível suportá-la na ocasião e de não saber onde tudo ia acabar. Mas, à medida que orava, descobri a minha fé crescendo e meu andar com Deus se firmando.
Se você estiver passando um período difícil, leve-o a Deus em oração, e não tente carregar sozinho seu fardo. Deus não quer que você faça o trabalho Dele. Ele não quer que você tente ser o Espírito Santo.
Quando você se sentir esmagado sob o peso dos problemas financeiros, doença, incapacitação, perda do emprego, problemas no relacionamento com os filhos, conflito conjugal, catástrofes em casa ou relacionamentos tensos, convide o Espírito Santo a mudar as circunstâncias e transformá-las. Nosso sofrimento é praticamente mínimo em comparação com a glória que Deus opera em nós, se reagirmos corretamente ao conflito: “Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não são para comparar com a glória que será revelada em nós.” (Rm. 8.18). Encoraje-se a dizer: “Tudo posso naquele (Cristo) que me fortalece.” (Fp. 4.13).
Ore para que o que você está vivenciando lhe achegue mais a Deus, e saiba que nada poderá separar você do amor do Senhor – nem o que está acontecendo agora, nem o que irá acontecer no futuro. “Porque estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas do presente, nem do porvir, nem poderes, nem altura, nem profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Rm. 8.38,39). Se nada pode separar você do amor de Deus, então não importa a seriedade do problema, você sempre terá esperança.
As provações podem ser um fogo depurador e uma água purificadora. Você não quer se queimar ou se afogar, nem Deus quer isso; mas Ele quer que você seja aperfeiçoado e renovado. Deus nos prometeu que “em todas as coisas, somos mais que vencedores por meio daquele que nos amou” (Rm. 8.37). “Aquele, pois, que perseverar até o fim, esse será salvo.” (Mt. 24.13).
“Sua determinação em permanecer firme na fé e esperar em Deus, confiando que Ele responderá às suas orações, é que irá salvá-lo de se queimar neste fogo e fará você flutuar sobre as águas turbulentas.”

(Texto adaptado do livro “O Poder da Esposa que Ora”, de Stormie Omartian – Ed. Mundo Cristão)

Um abraço.
E não deixe de fazer o seu comentário. Obrigada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário