Obrigada.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

“Terra Santa”

 

“Disse mais o Senhor: Não te chegues para cá; tira as sandálias dos pés, porque o lugar em que estás é terra santa.”
Êxodo 3.5
Esta terra santa não era geograficamente um lugar notável e especial. Ao contrário, era uma parte do deserto do Sinai. O fato de Deus estar ali é que a santificava de modo incomum.
Assim também, nós somos meros mortais, pessoas imperfeitas e debilitadas, mas a presença de Deus em nós nos santifica, nos moraliza e nos capacita, entre outras coisas.

Quais são os lugares “santos” que você freqüenta, ou onde você pisa, hoje ?
Será que esta terra santa é somente o templo ou a Igreja que você visita ? Certamente que não.
Terra santa nomeia muitos outros lugares, tais como:
- a casa dos cristãos,
- seu local de trabalho,
- sua própria vida,
- sua família, seus parentes (pai, mãe, irmãos, filhos, cônjuges),
- seu coração (suas emoções e pensamentos),
- sua intimidade,
- a intimidade de alguém,
- a vida e o coração de outra pessoa, etc.
Lembre-se: o que santifica estes lugares é a presença de Deus. Se Deus está ali, é terra santa. Então, tenha cuidado ! Tire as sandálias dos pés !

Tirar as sandálias tem, pelo menos, duas implicações importantes:

1ª) Respeito e Reverência
Significa que você deve temer e respeitar o lugar onde Deus está, isto é, estes lugares, estas pessoas, estas mentes e corações. Você não pode simplesmente chegar falando ou fazendo o que quer nestes lugares “santos”. Além de respeitar aquele indivíduo, você também tem que respeitar o Deus que habita nele.

2ª) Higiene e Cuidado
Significa que você não pode levar nenhum tipo de “sujeira” pra lá; você não pode contaminar aquele lugar, aquele coração, aquela mente.
Você já percebeu quanta sujeira recebemos diariamente em nossas mentes e corações ?!  Antes de tirarmos as sandálias para entrar em terra alheia, ou, na vida alheia, também temos que reverenciar nossa própria mente e coração, vigiando para não entupi-los com sentimentos maus, pensamentos e palavras podres e lixo tóxico emocional. Esta sujeira é todo tipo de maldade, mágoa, ira, contenda, inveja, soberba, orgulho, indiferença, etc. Assim como nos preocupamos em manter a higiene de nossa casa, roupas e alimentos, também devemos cuidar em manter nossa vida emocional, nossa mente e coração limpos. Estas “sujeiras” podem facilmente contaminar nossa vida de tal forma que perdemos a santidade, a pureza, e, consequentemente, a presença de Deus em nós. E, é claro, perdemos também o melhor da vida e das pessoas que nos cercam. Se nos tornamos azedos e mau cheirosos, ninguém desejará nossa companhia e/ou amizade.
É isto que o texto nos ensina:
Precisamos tomar muito cuidado, temer e reverenciar os lugares onde pisamos.
Que território você tem pisado ? Sua casa, sua família, o coração das pessoas, o coração dos seus amigos ? Observe se ali está a presença do Senhor, e então, tire as suas sandálias ! Respeite, reverencie, cuide, não maltrate, não contamine, não suje... Se Deus está ali, então tenha muito cuidado com o que faz ou diz. Pise com muito carinho e cuidado, porque ali é uma terra santa. 


Uma semana ricamente abençoadora para todos.
Raquel Roque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário