Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

PRODUZINDO PÉROLAS



"Ostra que não foi ferida não produz pérolas."

Pérolas são produtos da dor. Resultam da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia. Na parte interna da concha há uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia penetra, as células do nácar começam cobrir o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra. Como resultado, uma linda pérola vai se formando. Uma ostra que não foi ferida, de modo algum produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada. O mesmo pode acontecer conosco...
Você já foi ferido(a) pelas palavras rudes de alguém? Já foi acusado(a) de ter dito coisas que não disse? Suas ideias já foram rejeitadas ou mal interpretadas? Você já sofreu o duro golpe do preconceito? Já recebeu o troco da indiferença? Você não precisa amargar toda sua vida por causa disso! Produza pérolas! Cubra suas mágoas com várias camadas de AMOR.
A maioria das pessoas cultiva ressentimentos, mágoas, deixando as feridas abertas e alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos, não permitindo que cicatrizem. Isso causa muitas dores na alma e no corpo, e transforma-se em doenças. Estas pessoas se tornam "Ostras Vazias", não porque não tenham sido feridas, mas porque decidiram não perdoar. Elas não aprenderam a transformar a dor em amor. Elas não aprenderam a cicatrizar as feridas da alma com as camadas de amor.
Jesus nos ensinou a dar a outra face, e a Bíblia está repleta de versos que nos conduzem ao perdão. Deus sabe que guardar rancores só nos prejudica, nos adoece e nos torna pessoas amargas, vazias de amor e sem prazer de viver. Deus quer que você aprenda a retribuir o mal com o bem porque Ele sabe que o perdão nos faz muito bem, nos liberta e nos cura. É bem melhor produzir pérolas.

Pense nisso!

Visite minha página no Facebook: Raquel Roque. E conheça meus blogs:
www.bonnevievie.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário